11 anos da Academia de Letras de Maringá

A fundação da ALM resultou de uma idéia pacientemente adormecida por um grupo de escritores locais, contando desde o início com o estímulo e a orientação do escritor Túlio Vargas, Presidente da Academia Paranaense de Letras e uma das personalidades mais importantes da história cultural e política de Maringá.

Seguindo o modelo de outras Academias estabeleceu-se que também na de Maringá haveria 40 (quarenta) cadeiras e elegeu-se a primeira diretoria, presidida pelo escritor Galdino Andrade.
Vice Presidente: Dari Pereira,
Secretário Geral: Antônio Augusto de Assis,
Primeira Secretária: Mariáh Ferry,
Segundo Secretário: Altamiro Avelino da Silva,
Primeiro Tesoureiro: Elidir d Oliveira,
Segundo Tesoureiro: Pedro Aparecido de Paula,
Orador: Osvaldo Reis,
Primeira Bibliotecária: Cássia Martins Arruda,
Segundo Bibliotecário: Francisco Jorge Ribeiro,
Conselho Fiscal: Agenir Leonardo Victor, Olga Maria Agulhon, Jaime Vieira,
Suplentes: Benedito Vieira Telles (Cônego), Odete Salatta Mendes, Márcia Eudócia Ferreira.
Gestão 1997/2000.

No dia 22 de maio de 1998, a Academia de Letras de Maringá instalou-se oficialmente, em reunião solene realizada no Auditório Hélio Moreira, no Paço Municipal, com a presença de numerosas autoridades, entre as quais o escritor Túlio Vargas. Na ocasião tomaram posse 40 acadêmicos fundadores. Discursando durante a cerimônia, como orador oficial da ALM, o escritor Osvaldo Reis enfatizou: ” O que explica o fato de sermos justamente nós os primeiros membros desta Academia não é nenhuma pretensão de genialidade, nem é nenhum outro mérito senão o simples gostoso prazer que sentimos em estar freqüentemente juntos para conversar sobre literatura” .

A ALM tem como objetivo a valorização da língua nacional, nos seus aspectos científicos, históricos e artísticos, e a divulgação da literatura maringaense e seus autores.

Para ser membro da Academia, dentro do limite das vagas, exige-se que o escritor (homem ou mulher) resida em Maringá há mais de um ano e que tenha pelo menos uma obra literária publicada ou haja trabalho produzido relevante nas áreas de língua e literatura nacionais. A Academia reúne-se ordinariamente no segundo domingo de cada mês e, extraordinariamente, em datas especiais.

A Academia de Letras de Maringá – ALM lança de dois em dois anos uma coletânea de textos em prosa e verso de todos os Acadêmicos. Uma obra organizada com muito talento pelos seus dirigentes. O lançamento acontece no dia 07 de setembro data de aniversário da Academia. Já se encontram lançadas a Coletânea da Academia de Letras de Maringá 1999, 2002 e 2004. Nesta data também são lançadas as novas obras dos escritores. Preciosas obras em prosa e verso que ensinam e encantam os leitores além de poderem conhecer a cidade de Maringá saboreando a leitura das obras completas de cada escritor.

O Brasão da Academia significa:

AD IMMORTALITATEM quer dizer os imortais, aqueles que escrevem grandiosas obras que serão lidas por todas as gerações, mesmo que seus autores estejam mortos permanecem vivos, eternamente, através de suas publicações.

A chama acesa em cima do livro simboliza o conhecimento, a luz do saber.

Fonte:

Fotomontagem: José Feldman
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos - Comemorações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s