José Marins e Sergio F. Pichorim (Fieira de Haicais – 1a. Parte)

Pintura: Por do sol no Paraná
Rose Pontual
José Marins [jm](ímpares)
Sérgio Francisco Pichorim [sp] (pares)
Início: 13-4-2007
(cada item é uma data nova)

1
olhar de menino
o marrom avermelhado
do pinhão colhido
jm-13-4-7

2
Céu cor de rubi
no entardecer de abril.
A primeira estrela.
sp-15-4-7

3
chega a noite longa
esquecido amarelou
o feixe de couve
jm-17-4-7

4
Mata de Araucária.
Um efêmero cogumelo
roubou toda a cena.
sp-5-5-7

5
na manhã de sol
os encantos de meu bairro
paineira florida
jm-7-5-7

6
Sono perturbado.
Conforme disse o jornal
chuva e frente-fria.
sp-8-5-7

7
solitário pelo
campo florido de outono
sonho dessa noite
jm-9-5-7

8
as flores secaram.
o que irão procurar
estas borboletas?
sp-13-5-7

9
ali no sombreado
vicejam beijos floridos
cores o ano inteiro
jm-15-5-7

10
contemplo o jardim.
a pequena taturana
segue o seu caminho.
sp-16-5-7

11
sorri o espantalho
fincado entre as folhagens
oh não, um mendigo
jm-16-5-7

12
o fiel cachorro
dorme também no relento.
morador de rua.
sp-18-5-7

13
céu azul profundo
para a derradeira estrela
fico em silêncio
jm-28-5-7

14
retiro de inverno.
o crepitar da fogueira
me faz companhia.
sp-31-5-7

15.
brancura da geada
nessas manhãs pai fazia
gemada com vinho
jm-1-6-7

16
o gramado branco
fica escorregadio.
Cooper matinal.
sp-4-6-7

17
dia de Corpus Christi
sob os passos vagarosos
cores de serragem
jm-7-6-7

18
tudo em volta é
paisagem descolorida.
tarde de inverno.
sp-12-6-7

19
o sol já se foi
o casal de namorados
é todo sorriso
jm-12-6-7

20
solstício de inverno.
demoro a me levantar
assim como o sol.
sp-21-6-7

21
gelada manhã
visitei as cerejeiras
de galhos nús
jm-21-6-7

22
Flores de ipê roxo.
Pro observador desatento
já é primavera.
sp-23-6-7

23
olhares atentos
à fogueira de São João
fagulhas no ar
jm-24-6-7

24.
noite estrelada.
no tanabata matsuri
quem brilhou foi vênus.
sp-3-7-7

25
garoa silenciosa
caminhante solitário
passa devagar
jm-3-7-7

26
chuva de inverno.
o pinga-pinga revela
a telha quebrada.
sp-24-7-7

27
sol da manhã fria
reticulado de luz
segue o ônibus
jm-26-7-7

28
já se ouve o canto
da pequena corruíra.
manhã de agosto.
sp-2-8-7

29
tantos ipês roxos
floridos pela cidade
tantos ipês rosas
jm-2-8-7

30
calçadão da XV.
o gaiteiro homenageia
o dia dos pais.
sp-8-8-7

31
brilho de vitrinas
levanta papéis do chão
um vento cortante
jm-8-8-7

32
pracinha no shopping.
o pequeno jerivá
não sabe do vento.
sp-8-8-7

33
o dia se alonga
a cantoria das tirivas
ainda não ouvi
jm-9-8-7

34
passarinho verde
quase de ponta-cabeça
no cacho de frutas
sp-9-8-7

35
árvore sem folhas
um canarinho gorjeia
para ninguém
jm-10-8-7

36
reformas no prédio.
o barulho dos martelos
não me deixa ouvi-lo.
sp-14-8-7

37
jardim da escolinha
com azaléias floridas
bandinha de latas
jm-15-8-7

38
hora da merenda.
quero-queros assustados
com a criançada.
sp-16-8-7

39
entre tantos risos
as orquídeas-sapatinho
parecem mais belas
jm-17-8-7

40
ainda em botões.
a demora no abrir
aumenta a ansiedade.
sp-20-8-7

41
pracinha com sol
e uma bela novidade:
a suinã florida
jm-20-8-7

42
silenciosamente
nas esquinas da cidade.
eis a primavera.
sp-22-8-7

43
o maracatu
bate forte seus tambores
Dia do Folclore
jm-22-8-7

44
repique afinado.
o ensaio na escola pra
semana da pátria.
sp-28-8-7

45
alegre e vibrante
a fanfarra imaginária
lembrança de piá
jm-28-8-7

46
manhã de setembro.
o menino encantado
com a capivara.
sp-3-9-7

47
ipês florescidos
abrem a nova estação
manhã de amarelo
jm-4-9-7

48
Imenso amarelo
Plantado ao lado da rua.
Espetacular!
sp-10-9-7

49
cores da bandeira
no dia da independência
natureza em flor
jm-7-9-7

50
o pano rasgado
com as cores desbotadas.
agita-se ao vento.
sp-11-9-7

51
mudança no clima
passa pelas alamedas
a brisa do leste
jm-11-9-7

52
pétalas no chão.
mesmo as pequenas brisas
fazem-nas correr.
sp-12-9-7

53
nenhuma folha
no pessegueiro da praça
rósea floração
jm-13-9-7

54
eis que nas árvores
as folhas de tenro verde.
ao brilho do sol.
sp-21-9-7

55
enfim nas folhagens
o prateado das gotinhas
do orvalho vernal
jm-22-9-7

56
primeiro a garoa
e depois a chuva farta.
fim do inverno seco.
sp-25-9-7

57
parece voar
pela imensidão do céu
a lua nublada
jm-26-9-7

58
na densa neblina
uma figura sem forma.
lua matinal.
sp-1-10-7

59
passa de manhã
agasalho com menina
primavera fria
jm-1-10-7

60
acordo e desligo
o meu despertador…
cantos de sabiá.
sp-4-10-7
===========

Fontes:
Fieira de Haicais.
http://http://fieiradehaicais.blogspot.com/
Pintura: Pôr do sol no Paraná, de Rose Pontual, quadro que recebeu menção honrosa em gincana em Cabo frio.
http://picasaweb.google.com
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em haicais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s