Paraná em Trovas

Na luta pelas vitórias
só sente satisfação
quem não usa a luz das glórias
para humilhar um irmão!
AMÁLIA MAX – Ponta Grossa

Dois caminhos há na vida,
o do egoísmo e o da cruz:
– um leva à eterna descida;
o outro leva à eterna luz!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – Maringá

Sem sonhos, velho e cansado,
tão distante a mocidade…
Lembrando o tempo ao teu lado,
eu choro e abraço a saudade…
DÉSPINA ATHANÁSIO PERUSSO – Londrina

Na hora de concebê-las,
tendo a luz da inspiração,
Deus foi rimando as estrelas
e trovando na amplidão!
FERNANDO VASCONCELOS – Ponta Grossa

Nosso amor é uma certeza
dentro do meu coração;
e a luz da paixão acesa
apaga a luz da razão!…
ISTELA MARINA GOTELIPE LIMA – Bandeirantes

Por mais que o mundo propague
que a vida eterna é irreal,
viva em mim e não se apague…
“a Luz de um grande ideal”!
JANETE DE AZEVEDO GUERRA – Bandeirantes

A luz que vem de um olhar,
se passar por um sorriso,
talvez nem leve ao altar,
mas nos leva ao paraíso!
JOSÉ BIDÓIA – Maringá

O tempo, veloz, avança,
consumindo nossos anos.
Vamos perdendo esperança
e colhendo desenganos…
JOSÉ CORRÊA FRANCISCO – Ponta Grossa

Errei!… Deixei-a abandonada
Perdida na solidão.
Com palavra apaixonada
Hoje imploro o teu perdão!…
JOSÉ FELDMAN – Ubiratã

Quisera ser como o sol,
que ao declinar no poente,
enche de luz o arrebol
e volta a ser sol nascente!
LUCÍLIA ALZIRA TRINDADE DECARLI – Bandeirantes

Ao cair a saia dela,
apertada no salão,
ficou claro que a donzela
escondia um barrigão
MARIA APARECIDA PIRES – Bandeirantes

Mais que ouro, fama, respeito…
Mais que honraria, abastança,
é trazer dentro do peito
simplesmente uma esperança!
MARIA FARIAS INOCÊNCIO – União da Vitória

Nas mais árduas empreitadas,
sou feita de luz e raça;
porque à fúria das pedradas,
não temo em ser a vidraça!
MARIA LÚCIA DALOCE CASTANHO – Bandeirantes

No jardim do meu solar,
Flores tem a sua história…
Sempre me fazem lembrar,
O que ficou na memória.
MARITA FRANÇA – Curitiba

Ao me ver na escuridão
e totalmente indeciso,
Deus ouve a minha oração
e envia a luz que eu preciso!
NEIDE ROCHA PORTUGAL – Bandeirantes

Um mar de esperanças novas
magicamente brotou
na ternura dessas trovas
que o teu carinho inspirou!
VICTORINA SAGBONI – Curitiba

Pernas tortas, magricela,
assusta até o cirurgião…
para que a vejam mais bela,
aconselha: a escuridão.
WANDA ROSSI DE CARVALHO – Bandeirantes

Transcendo o sonho e refaço
toda a rota do passado,
para ter de novo o abraço
do ventre em que fui gerado.
WANDIRA FAGUNDES QUEIROZ – Curitiba

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Paraná em Trovas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s