1º Concurso Verso e Prosa da Flórida

Com o objetivo de estimular talentos brasileiros, principalmente os residentes no exterior no exercício das letras, mantendo viva nossas raízes e o idioma pátrio, foi plantada uma sementinha frágil: a idéia de se criar um concurso literário onde estes valores pudessem ser reconhecidos e, porque não assim dizer, conhecer a face do imigrante brasileiro em países estrangeiros, através da arte literária, pelas mãos dos próprios imigrantes.
A semente foi lançada, ventos favoráveis espalharam esta sementinha e ela desabrochou. Foi regada pela sensibilidade de centenas de brasileiros que enxergaram a oportunidade de ”relatar” suas experiências através do verso e da prosa. Plantada em solo fértil, regada com o talento dos participantes, tendo como adubo um tema ainda não explorado; a semente cresceu e produziu excelentes frutos.
Ao todo recebemos o surpreendente número de 122 textos. A imensa participação de candidatos extrapolou fronteira e sucumbiu a expectativa. Brasileiros residentes no Japão, Holanda, Nova Zelândia, Alemanha, Espanha, França, Portugal, Estados Unidos e Brasil, tomaram conhecimento do concurso através da força da Internet e das divulgações do concurso em artigos publicados em diversos jornais, editados no idioma Português e destinados à colônia brasileira nos EUA. Além de ter sido publicado no idioma inglês, no Miami Herald, um dos periódicos mais importantes de Miami, mostrando a nossa força crescente junto à mídia americana.
Destes 122 frutos literários, tivemos a árdua tarefa de podar os que não se enquadravam no tema, de cortar os que ultrapassaram os limites de palavras e/ou versos impostos pelas regras. Restaram 35 textos magníficos, alguns não puderam ser considerados por serem longos demais, a maioria obras dignas de publicação em livros.
Nosso objetivo principal era conceder, apenas, um primeiro lugar para cada categoria. Mas como esta sementinha gerou uma árvore carregada de bons frutos, não nos contentamos em escolher apenas um verso e uma prosa.
Decidimos conceder 1º, 2º, 3º, 4º e 5º lugar e ainda uma ”menção honrosa” para cada categoria!
O corpo de jurados foi composto por brasileiros que residem fora do Brasil. Escritores, poetas, jornalistas, que vivem no seu cotidiano a experiência de ser imigrante e que puderam assimilar os textos que mais se enquadravam no contexto estipulado pelo nosso idealismo.
Procuramos escolher textos originais, inusitados, criativos, letras que transmitissem este saudosismo pela pátria-mãe e, ao mesmo tempo, descrevessem o fascínio pela pátria-adotiva.
Só nos resta agradecer a participação dos candidatos. Todos mereceriam ser condecorados como guerreiros, recebendo, por isso, um troféu. Viver em terras estrangeiras não é uma tarefa fácil. Os candidatos, a maioria residindo fora do Brasil, mostraram que não se desligaram do Brasil. Escreveram relatando as dificuldades, as saudades, a carência, o fascínio pela nova Pátria mas, demonstraram que possuem orgulho de serem brasileiros, mesmo distantes… e que o elo com o Brasil se faz presente. Pois, ainda mantêm a língua portuguesa ativa provando através dos textos redigidos em Português.
Nosso especial agradecimento a RickMark Publishing de Londres, Inglaterra, pelo apoio e divulgação. A Academia Virtual Brasileira de Letras que nos ofereceu um livro virtual com os textos vencedores. A União Brasileira de Escritores de Nova Iorque. A Rebra – Rede Brasileira de Escritoras. Ao programa televisivo Back Stage Brazil de Miami. Aos jornais Brazilian Paper da Florida, Brazilian Times de Massachussetts, Achei/USA da Florida, Brazilian Press de Nova Iorque e ao Miami Herald pela divulgação do concurso.
Agradecemos também aos diversos grupos de literatura virtual, aos web-sites UnitBrazil.com e Planetanews.com, aos diversos boletins e poetas internautas que divulgaram e apoiaram o concurso.
Nosso especial agradecimento aos jurados que tiveram a árdua tarefa de escolher os que mais se destacaram.
* Livros – aos dois primeiros lugares de cada categoria
* Recortes de jornais e diploma – a todos os vencedores
* Os textos vencedores, em ambas categorias, já estão disponíveis no website http://www.angelabretas.com.br , conforme divulgado.
* Eis trinta textos finalistas, categoria verso, por ordem de recebimento:
– Terra de só um… – Leonardo Kiyoshi Ooka – São Paulo/Brasil
– Jaula – Lúcia Cláudia Leão – Boca Raton./Florida/USA
– Esperança – Alexandru Solomon – São Paulo/Brasil
– Brava Gente – Ines lemos – Maisach/ Alemanha
– Brava Gente Brasileira, Em Terras Estrangeiras – Dora Oliveira -Ipatinga – MG/Brasil
– Perfíl de Amsterdam – Geni de Lima van Veen – Katwijk – Holanda
– Partida – Marina Matte – Porto Alegre/RS – Brasil
– Brava Gente Brasileira em terras estrangeiras – Ydeo Oga – Koopo Haru – Japão
– Constância de Konstanz – André Carneiro – Curitiba – Brasil
– Longe… Muito Longe! – Marina Moreno Bernal – Murcia – Espanha
– Brava Gente – Marly A. M. Muranaka – Centro Americana -SP
– Cidade estrangeira – Leila M Silva – Atlanta – Georgia /USA
– Lembranças da América – Simone A. Viecelli – Brusque/SC -Brasil
– Trago em meu olhar – Sergio Godoy – Amsterdam – Holland
– ( Brava gente Brasileira em terras Estrangeiras) – Celito Medeiros – Brasil
– Fendas em tempo e espaço – Junia Sales Pereira – Minas Gerais- Brasil
– Minha Pequena Grande São Paulo – Yara Maura – Florida/USA
– “Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras” – Nilton Bustamante – São Paulo, Brasil
– Onde Estou? – Marta Almeida – Athens, GA /USA
– Paris em mim – Kátia Drummond – Salvador- Bahia
– Brasileira – Claudia Villela de Andrade – Itatiaia – RJ/ Brasil
– Pequena história – Kika Perez – São Paulo, Brasil
– Gente Brasileira – Maria José Fraqueza – Fuzeta – Portugal
– Aldeia Pitoresca – Átilla de Miranda – Campinas-SP
– Brava Terra, Brava Gente. Há saudade que me dá! – Denilson Bessi – SP – Brasil
– Nossa raça! – Marici Bross – São Paulo/Brasil
– Brava Gente Brasileira em terras Estrangeiras – Adalgiso Domingues Dias- Rio de Janeiro/RJ
– Poemail – Betina Ule – New York – NY – USA
– Adeus Bela – Terezinha Viecelli – Brusque – SC
– Brava Gente Brasileira em terras Estrangeiras – Vera Reis – Newark/New Jersey/USA
* Os vencedores são:
1º Lugar: Poemail – Betina Ule – New York – NY/USA
2º Lugar: Brava Gente Brasileira em terras estrangeiras – Ydeo Oga – Koopo Haru/Japão
3º Lugar: Brava Gente – Ines lemos – Maisach / Alemanha
4º Lugar: Constância de Konstanz – André Carneiro – Curitiba/Brasil
5º Lugar: Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras -Dora Oliveira – Ipatinga- MG/Brasil
Menção Honrosa: “Trago em Meu Olhar” – Sergio Godoy – Amsterdam – Holanda
* Eis 25 textos finalistas, na categoria prosa, por ordem de recebimento:
– “Brava gente brasileira em terras estrangeiras” – Cláudia F. Pacce/Hamilton – New Zeland
– Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras -Christina Hernandes/SP/Brasil
– Pileque a Italiana – Raimundo Nonato A. Silveira – Fortaleza- CE/Brasil
– O colecionador de tulipas – Clarisse Bandeira de Mello – Weston/ Florida – USA
– Caminhos em Colônia -Renato Essenfelder – São Paulo – SP
– Domingo – Sandras Schamas – Miami – Florida/USA
– Brava Gente Brasileira em Terras Estrangeiras – Ligia Piola – São Paulo – SP
– Passageira – Lúcia Cláudia Leão – Boca Raton – Florida/USA
– “Brava Gente Brasileira” – Sonia Maia – Everett- MA
– Reciclagem – Geni de Lima van Veen – Katwijk – Holanda
– Cadernos da Bélgica: Soraia e as coisas do coração- Leila M. Silva – Atlanta – Georgia -USA
– Brava gente brasileira – Diva Borges Bastos – São Paulo – SP – Brasil
– “Experiencias de Vida” – Maryse Schouella, – São Paulo, Brasil
– Um dia mais brilhante – Maria White – Orlando – Florida/USA
– Lusitana e Brasileira – Maria de Lourdes Leite – Lisboa – Portugal
– Lições de um mago indiano – Palmira Virgínia Bahia Heine – Salvador/Ba.
– O eterno forasteiro – : Maria José Lindgren Alves/Rio de Janeiro-RJ- Brasil
– Brava Gente Brasileira em terras estrangeiras – Chaja Freida Finkelsztain- RJ – Brasil
– Nas asas da PanAm – Cristina Ferreira-Pinto – Austin/Texas/USA
– “Brava Gente Brasileira em terras estrangeiras” – Francisco Evandro de Oliveira – RJ/Brasil
– A carta – Ismael Fábregas – Aventura – Fl – USA
– O porvir – Tereza Porto – Fortaleza – CE – Brasil
– Um Brasileiro em Paris – Amadeu Thomé – São Lourenço – MG-Brasil
– Minha vida de dekassegui – Sarah de Oliveia Passarella – Campinas/SP/Brasil
– O Natal e o porvir no país dos vitimados – Oswaldo F. Martins – Salvador – Bahia/Brasil
* Os vencedores são:
1º Lugar: O colecionador de tulipas – Clarisse Bandeira de Mello/Weston -FL USA
2º Lugar: Caminhos em Colônia – Renato Essenfelder – São Paulo – SP
3º Lugar: Passageira – Lúcia Cláudia Leão – Boca Raton- Florida/USA
4º Lugar: Lusitana e Brasileira – Maria de Lourdes Leite – Lisboa – Portugal
5º Lugar: Domingo – Sandra Schamas – Miami – FL/USA
Menção Honrosa: A carta – Ismael Fábregas – Aventura – FL – USA
Atenciosamente,
Angela Bretas
Idealizadora/Coordenadora

Deixe um comentário

Arquivado em Concursos, Notícias Em Tempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s