José Carlos Dutra do Carmo (Manual de Técnicas de Redação) Parte XIII


ORDENAÇÃO.

A falta de ordenação das idéias é um erro comum e indica, segundo os organizadores de vestibulares, que o candidato não tem o hábito de escrever. O texto fica sem encadeamento e, às vezes, incompreensível, partindo de uma idéia para outra sem critério, sem ligação.

ORGANIZAÇÃO.

É avaliada a capacidade do aluno de organizar os argumentos que fundamentarão a conclusão do texto.

Seu texto está bem organizado? Apresenta introdução, desenvolvimento e conclusão?

Tem frases curtas e claras, ausência de termos repetidos, seqüência dos fatos e criatividade?

ORIGINALIDADE.

Seja o mais original possível, porque a transcrição de frases implica perda de pontos preciosos quando da correção da redação.

Ser original não é criar algo novo para a literatura, é sermos nós mesmos. Escreva à sua maneira, imprima sua marca pessoal ao SEU estilo, evitando os lugares-comuns e os chavões.

Como ser original ao se fazer uma redação? É simples, ouse. Se você se limita a repetir o que todo mundo diz, como um papagaio, com medo de errar, provavelmente cairá no lugar-comum e na mediocridade. Tenha a preocupação de inovar, com coragem. Seja atrevido. A segurança virá aos poucos e com a satisfação de perceber que fez algo seu, com seu próprio padrão de qualidade.

O uso excessivo de certas figuras de linguagem ou de alguns provérbios acarreta o empobrecimento da redação. Como tudo que existe, as palavras também se desgastam. É preciso criar novas figuras para expor suas idéias. Escrever que a namorada é uma flor, ou que filho de peixe, peixinho é, não realça a redação de ninguém. Use a imaginação para não precisar desses chavões antigos e pobres.

PALAVRAS.

Use as palavras certas nos lugares certos.

Não exagere no uso de palavras do tipo: problema, coisa, negócio, principalmente, etc.

Entre duas palavras, escolha, sempre, a mais simples; entre duas palavras simples, escolha a mais curta.

Quando for revisar sua redação, corte vocábulos desnecessários, use sinônimos ou, se for o caso, mude a frase.

NO LUGAR DE___________ESCREVA
Empreender______________Fazer
Regressar ou retornar _______Voltar
Pleito__________________Eleição
Usuário_________________Passageiro
Óbito__________________Morte
Matrimônio_____________Casamento

PALAVRAS ADEQUADAS.

Use palavras que estejam em perfeita concordância com o que está escrevendo.

ERRADO
O gosto do dinheiro.
…grande sono, por causa das noites sem dormir.
Tomei banho de piscina.
A canoa quase virou e, por isso, tomei um grande choque.

CERTO
O gosto pelo dinheiro.
…muito sono, por causa das noites sem dormir.
Tomei banho na piscina. (Pode-se tomar banho de água, não de piscina).
A canoa quase virou e, por isso, tomei um grande susto. (Tomar choque é receber uma descarga elétrica. O mais correto, no caso, é tomar um susto.)

PALAVRAS CURTAS.

Prefira palavras curtas e simples. Os vocábulos longos e pomposos criam uma barreira entre leitor e autor. Fuja deles. Seja simples. Entre duas palavras, prefira a mais curta. Entre duas curtas, a mais expressiva.

Casa, residência ou domicílio? Casa, é claro!

PALAVRAS ESTRANGEIRAS.

Evite usar palavras estrangeiras. Quando empregá-las, coloque-as entre aspas.

PALAVRAS OU EXPRESSÕES GASTAS.

Evite escrever palavras ou expressões que, depois de entrarem na moda, tornam-se gastas, como:

desmistificar, contexto, sofisticado, inacreditável, principalmente, devido a, através de, em nível de, tendo em vista, etc.

…é aos dezoito anos que se começa a procurar o caminho do amanhã e encontrar as perspectivas que nos acompanharão para sempre na estrada da vida.

Não se utilize de expressões parecidas com as grifadas no texto, porque são consideradas gastas e vulgarizadas pelo uso contínuo e irão comprometer a boa qualidade do texto.

PALAVRAS REPETIDAS.

Evite as repetições de palavras. Troque-as por sinônimos. Se já usou linda, por exemplo, use bela (ou bonita), a depender da ênfase que queira dar à frase. Após ter usado professor, use educador ou docente. Para não repetir o adjetivo doente, use enfermo.

Portanto, nunca repita várias vezes a mesma palavra. Um dos erros que mais prejudica a expressão adequada de suas idéias é a insistente repetição de um mesmo vocábulo. Isso causa uma impressão desagradável a quem lê ou corrige sua redação, além de sugerir pobreza de vocabulário.

FRASE COM PALAVAS REPETIDAS
Ela estava que era uma vaidade só, exibia seus vaidosos colares, sua vaidosa fala, seu vaidoso jeito de andar.

MELHOR
Ela estava muito vaidosa aquele dia, exibia colares caros, fala pedante, andava com pompa.

Fonte:
http://www.sitenotadez.net

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Técnicas de Redação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s