Olivaldo Junior (A Flor, a Noite e o Trovador que Eu Sou)

Todo trovador tem sua flor. Toda flor tem sua noite. A noite e a flor estão em mim, no trovador que eu sou. Posso não ser o melhor, nem o maior, mas inda escrevo. Volto à página e ponho ali a minha história, minha estrada, ainda que a ninguém mais interesse. Dia 18 de julho é Dia do Trovador, uma homenagem ao Príncipe dos Trovadores Brasileiros, Luiz Otávio, fundador da União Brasileira de Trovadores (UBT). A fundadora da UBT em Moji Guaçu é Maria Ignez Pereira, uma das flores que encontrei no mundo. O mundo de um poeta é muito estranho. Há sempre dois mundos onde quer que ele esteja. Desisti de entender o que é ser o que se é. Não sei se aceito, mas acato e cato flores à noite alta de mim, minha flor… A flor, a noite e o trovador que eu sou são como a voz de Nana, que nana os que se deixam seduzir pelo seu canto. Canto, mas ninguém mais ouve. Ouço, mas ninguém mais toca… Toco, e é a noite, em flor, em trova, redondilhas que torno minhas por estrela, ou fado. O trovador que eu sou suspira em versos pura ausência. Não sabe ainda ser santo como São Francisco, mas canta e assume o risco, arrisca e se deixa ser. Mesmo para poucos, mesmo sendo um cisco. A flor, a noite e o trovador que eu sou não são senão poesia, troviscos breves ao pé de vós.

Olivaldo Júnior
Moji Guaçu, SP, dezessete de julho de 2012.

Fonte:
http://caeseubt.blogspot.com.br/2012/07/homenagem-ao-dia-do-trovador-2012.html

Deixe um comentário

Arquivado em Dia do Trovador, prosa-poética

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s