Eliana Jimenez (Trova-Legenda: Noivo Acorrentado)


Casamento é uma loucura
para o marido hoje em dia:
ela impõe a ditadura
e ele nem pia nem chia…
A. A. de Assis – Maringá/PR

Qualquer homem é um coitado
e nunca diz o que quer,
se ficar acorrentado
à vontade da mulher!
Alberto Paco – Maringá/PR
Nenhuma noiva rejeita
um noivo quando é calado,
porque sabe que ELE ACEITA,
se casar acorrentado!!!
Ana Maria Guerrize Gouveia – Santos/SP

Aos teus pés eu me alinhavo,
abro mão de ser senhor.
Com prazer serei escravo
se és rainha, meu amor!
Antonio Carlos Rodrigues – São Gonçalo/RJ

A noiva diz que “ele aceita”
e vai se casar feliz,
porque está bem satisfeita:
achou o noivo que quis!
Amilton M. Monteiro – São José dos Campos/SP
Que feliz soy amor mío
te casas porque me quieres
me cobijarás del frío
y tú harás los *quehaceres
Ángela Desirée Palacios – Venezuela
A noiva, pra solução,
teve atitude perfeita:
acorrentou o fujão
e disse ao padre: “Ele aceita.”
Angelica Villela Santos – Taubaté/SP

Foi de Maria Fumaça,
a gente ali, lado a lado,
e você esbaldando graça
no meu peito acorrentado.
Antonio Cabral Filho – Jacarepaguá/RJ
“Não caso nem amarrado!”,
disse o noivo. E a noiva, então,
trouxe o bruto acorrentado
por espontânea pressão!
Antonio Juraci Siqueira – Belém/PA
Lá vem a noiva, contente,
está possessa e por isso
traz o noivo na corrente
para firmar compromisso.
Ari Santos de Campos – Itajaí/SC
Não é surpresa, amigão,
ver esse noivo no laço.
Tem sido assim desde Adão,
quando Eva o fez de bagaço…
Arnaldo Ari – Rio de Janeiro/RJ

Pergunto sem protestar
já quase sendo enforcado:
O que é pior, se casar
ou morrer acorrentado?
Clenir Neves Ribeiro – Austrália

Se  o  noivo  é  pequeno  e  mudo,
aqui  segue  uma  receita:-
– Corrente,  cadeado  em  tudo
e  tabuleta:- “Ele  aceita!”…
Colavite Filho – Santos/SP
Precisas acorrentá-lo ?
Oras, algo cheira errado !
Ao se ver livre do abalo,
terás marido aloprado …
Cristina Cacossi – Bragança Pta./SP
Noiva mineira exigente,
do tipo que não debanda,
traz o noivo na corrente
só para mostrar que manda!
Dáguima Verônica – Santa Juliana/MG
Acorrentado e com medo
bem quietinho ao lado dela,
ele aprende desde cedo
que em casa quem manda é ela
Dalva de Araujo – Santos/SP

Perdida a primeira etapa,
o noivo se rende ao fato
de que , agora, não escapa
do fim do seu celibato…
Darly O. Barros – São Paulo/SP

Bonecos… acorrentados!
Libertar-se?  Isso em vão!
Se um tem os lábios selados,
reclamar da escravidão?!
Diamantino Ferreira – Campos/RJ

Já cansei de bruxaria
e de nego que “despacha”.
Faço eu mesma a “simpatia”…
e agora…  “ele vai ou racha!!!”
Dorothy Jansson Moretti – Sorocaba/SP

Tão pequenino fiquei
ao sentir-me acorrentado
que este sim, não te direi.
Vou ficar amordaçado!
Edite Rocha Capelo – Santos/SP

Tanta pompa na montagem
faz o enlace reluzir;
mas no bolo o enfeite é a imagem
da vida que está por vir.
Eliana Jimenez – Balneário Camboriú/SC

Tem noivo que acha que aliança
prende mais do que corrente:
não resolve pajelança
nem usar qualquer solvente!
Geraldo Trombin – Americana/SP
Verdade que um casamento,
se forçado, não dá certo,
é preciso entendimento
e um amor grande por perto!
Gislaine Canales – Balneário Camboriú/SC

“Ele aceita” é o pretexto
que mulher tem pra mandar;
o marido no “cabresto”,
a bomba vai detonar!
Glória Tabet Marson – S. José dos Campos/SP

Confirma-se o sofrimento
do pobre homem, coitado!…
pois desde o seu casamento
que ele vive acorrentado.
Haroldo Lyra – Fortaleza/CE

Ser solteiro é livre estar,
jamais me vejo casado;
para subir ao altar,
só vou mesmo acorrentado…
Jessé Nascimento – Angra dos Reis/RJ

O pai da noiva é a corrente;
noivo, finge riso franco;
noiva, fingindo “inocente”
veste-se toda de branco.
João Batista Xavier Oliveira – Bauru/SP
Não podemos reclamar:
a evolução é mister.
Hoje temos de aceitar:
quem manda mesmo é a mulher.
José Kalil Salles – Barbacena/MG

-Não consigo admitir nada
que a dignidade rejeita,
como a escravidão forçada
ou a escravidão aceita!
José Lucas de Barros – Natal/RN

Mesmo côncavo-convexo,
o casamento dá certo;
com namoro vem o sexo,
nunca o amor é deserto.
José Marins – Curitiba/PR

Adoro a transformação
que domina a era moderna:
enquanto eu lhe passo a mão,
a mulher me passa a perna!
José Ouverney – Pindamonhangaba/SP

Casamento é armadilha,
muito embora abençoado;
eu só vou por essa trilha
se estiver bem amarrado.
José Satiro – Natal/RN

Cuando al amor se lo apresa
y al cariño lo encadena
más que amor es una empresa
y una perpetua condena.
Libia Beatriz Carciofetti – Argentina

Ah,  o amor  não dividido,
sonho não compartilhado…
Será este cão marido
ou um homem acorrentado?
Lisete Johnson – Porto Alegre/RS
Sequestrado para o enlace…
Vou dançar, mas não a valsa;
obrigado a dar meu “passe”
por um vil amor de falsa.
Luiz Moraes – São José dos Campos/SP

Todo mundo é testemunha
me casei, não porque quis,
pois eu fui laçado à unha,
só não fugi por um triz!
Maryland Faillace – Santos/SP

De nada adiantará
essa cara de cativo
se o teste DNA
acusou ser POSITIVO…
Marina Valente – Bragança Paulista/SP

Não precisava a mordaça,
a corrente e o cadeado;
o “sogro” é que era ameaça…
de revólver carregado!
Mário A. J. Zamataro – Curitiba/PR

Acorrentá-lo? (Que asneira!)
Desista! não case assim…
Se a paixão foi passageira,
não é este o feliz fim!…
Mercedes Lisbôa Sutilo – Santos/SP

Fez “de difícil” o baixinho,
porém, foi logo apanhado…
Casou “na marra” o “tadinho”,
amarrado e amordaçado!
Myrthes Masiero – São José dos Campos/SP
Vou cortar esta corrente,
que aprisiona uma paixão;
não viverá  sorridente,
quem suporta a possessão.
Nadir Giovanelli – São José dos Campos /SP
Casamento é uma opção
nunca deve ser forçado,
pois é contra a convenção
ainda mais acorrentado!
Nair Lopes Rodrigues – Santos/SP

Quando o noivo é constrangido
pela noiva, a vida inteira,
torna o tipo de marido
“papagaio de coleira”.
Nei Garcez – Curitiba/PR
Casamento é um triste ato
que já começa no “amém”:
dois presos por um contrato
que não dá lucro a ninguém.
Olympio Coutinho – Belo Horizonte/MG

Em nosso Amor tu te impões…
Eu sou quase teu mascote…
– Mas aceito teus grilhões
e ainda peço o chicote…!
Pedro Mello – São Paulo/SP

Pra assegurar o casório
e não ter sonho frustrado,
leve seu noivo ao cartório
de mordaça e acorrentado!
Renato Alves – Rio de Janeiro/RJ
Eu jamais vou me casar,
– não prometo nem dou “bola”.
Depois que a festa acabar,
viro pássaro na gaiola…
Ruth Farah Nacif Lutterback – Cantagalo/RJ

Casou-se mas com trapaça
 no mais vil dos vis esquemas;
 à boca pôs-lhe a mordaça
e nos pulsos, par de algemas!
Secel Barcos – Canadá

Ela, num dia encantado,
o sonho vai realizar:
leva, mudo e acorrentado,
o seu noivo, para o altar.
Vanda Alves da Silva – Curitiba/PR

Na verdade, eu nem podia
abrir boca p’ra falar,
minha sorte neste dia :
ninguém nela acreditar.
Victor Batista – Barreiro/Portugal

Casório não é arena
para ações impositivas.
Vejam só esta morena:
assustou padre e convivas!…
Wagner Marques Lopes – Pedro Leopoldo/MG

Fonte:
http://poesiaemtrovas.blogspot.com.br/2013/05/trova-legenda-ate-24052013.html

Deixe um comentário

Arquivado em trova-legenda, Trovas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s