Eliana Ruiz Jimenez (Trova-Legenda: Coração Solitário)

Solitário coração
abandonado num canto…
Ninguém com um lenço à mão
para lhe enxugar o pranto!
A. A. de Assis/PR

Meu coração, coitadinho,
tão longe ficou do teu…
Tristonho assim, num cantinho,
de tanto que ele sofreu!
Ademar Macedo/RN

Num jogo de sombra e luz
fui tomado de emoção,
ante a porta que conduz
o meu ao teu coração.
Agostinho Rodrigues/RJ

Quando se esvai a paixão
é tão grande o desencanto,
que nos deixa o coração,
ali, jogado num canto!
 Alberto Paco/PR

Num cantinho iluminado
pela luz da solidão,
um coração desprezado
espera outro coração.
Antonio Juraci Siqueira/PA

Coração que, insatisfeito,
ama sem regra, eu garanto
que acaba , sim, desse jeito:
abandonado num canto.
Antonio Juraci Siqueira/PA

Destino!… Não acredito.
– Tira de mim este pranto!
Meu coração tão aflito
está jogado num canto!…
Ari Santos de Campos/SC
O meu coração tristonho,
sozinho, num canto, espera,
a esmola de um novo sonho
que alimente outra quimera!
Carolina Ramos/SP

Um coração que se isola
cava a própria solidão
e não há melhor escola
que o convívio com o irmão.
Dáguima Verônica de Oliveira/MG

A luz matinal aponta
para a almofada – descarte,
de parte de um faz-de-conta,
do qual também faço parte…
Darly O.Barros/SP

Meu coração sofredor,
eu te imploro comovida:
-Esquece esse falso amor
e volta a viver a vida!
 Delcy Canalles-RS

Abra a porta, deixe a luz
resgatar seu coração.
Vá sem medo, faça jus
a viver nova paixão.
Eliana Jimenez/SC

Num cantinho, abandonado,
mas pulsando, ainda, amor,
o coração rejeitado
chora sua grande dor!
 Gislaine Canales/SC

Não pense, em fazer, sequer
 o que mostra a ilustração:
em um cantinho qualquer,
esquecer o coração…
José Fabiano/MG

La vida es una leyenda
 sujeta a un bastidor,
 bordarla con fe la enmienda
 que  predispone al amor.
 Libia Beatriz Carciofetti/ Argentina

Manter amor em segredo,
judia do coração…
É como estar em degredo
no meio da multidão.
Mário A. J. Zamataro/PR

O coração é uma flor
que tem que ser bem cuidado…
Regado com muito amor
dentro do peito guardado.
 Neiva Fernandes/RJ

Meu coração desprezado
por alguém que não o quis
apesar de abandonado
busca a luz pra ser feliz.
Olympio Coutinho/MG

Coração triste e sozinho,
à tristeza me conduz :
É como um viver sem ninho,
como alvorada sem luz!
Prof. Garcia/RN

Meu coração prisioneiro
venceu a amarga sentença:
abriste a porta… E um luzeiro
marcou a tua presença!
Wagner Marques Lopes/MG
Fonte:
http://poesiaemtrovas.blogspot.com

Deixe um comentário

Arquivado em trova-legenda, Trovas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s