31º Concurso Literário Yoshio Takemoto (Resultado Final)

Divulgamos os vencedores das categorias de língua portuguesa do 31º Concurso Literário Yoshio Takemoto, iniciativa da Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil, cujas inscrições foram encerradas em 15/10/2013. O concurso teve quatro categorias em língua portuguesa: conto, haicai, poesia e, pela primeira vez, tradução do japonês para o português. As categorias de língua portuguesa juntam-se às já tradicionais sete categorias em língua japonesa: conto, ensaio, tanka (poesia lírica tradicional), haicai, poesia livre, senryu (poesia satírica) e tradução do português para o japonês.

Na categoria Conto em Língua Portuguesa, inscreveram-se 84 autores. A categoria Haicai em Língua Portuguesa recebeu os trabalhos de 53 autores. A categoria Poesia em Língua Portuguesa teve a participação de 97 autores. Em sua estreia, a categoria Tradução de Japonês para Português contou com a inscrição de oito autores.

Foram agraciados com Prêmio de Menção Honrosa dois concorrentes em cada categoria. Adicionalmente, os julgadores puderam atribuir um Prêmio Especial aos trabalhos de grande qualidade.

Os Prêmios Especiais, à exceção da categoria conto, receberão diplomas e R$ 500,00 em dinheiro. As Menções Honrosas, à exceção da categoria conto, receberão diplomas e R$ 200,00 em dinheiro.

O Prêmio Especial da categoria conto receberá um diploma e R$ 700,00 em dinheiro. As Menções Honrosas da categoria conto receberão diplomas e R$ 300,00 em dinheiro.

Os trabalhos acima premiados serão publicados no número especial da revista Brasil Nikkei Bungaku, edição 46, de março de 2014.

Em adição aos prêmios definidos no regulamento, quatro trabalhos de cada uma das seguintes categorias: Conto, Haicai e Poesia, foram agraciados com um prêmio de incentivo, que consiste em sua publicação nos números regulares da revista Brasil Nikkei Bungaku ao longo de 2013.

A cerimônia de premiação terá lugar na cidade de São Paulo, em 30 de março de 2014.

A seguir, a relação dos ganhadores nas quatro categorias.

 1. Categoria Conto em Língua Portuguesa

Julgamento de Kasuko Hirata e Sumiko Nishitani Ikeda.

Cada participante pôde inscrever até dois contos.

Prêmio Especial

Mauro Martiniano de Oliveira (São Paulo, SP): “No velório”.

Duas Menções Honrosas

Augusto Sérgio Bastos (Rio de Janeiro, RJ): “e-vidência”.

Monique Araújo de Brito (Niterói, RJ): “O legado”.

Prêmio Incentivo (quatro trabalhos)

André Luís Soares (Guarapari, ES): “Tiramissu”.

Cleison Fernandes de Souza (Manaus, AM): “O beijo trocado”.

Roberto Bezerra de Sousa (São Paulo, SP): “O cafajeste fino”.

Waldir Capucci (Jacareí, SP): “O fim do mundo”.

  2. Categoria Haicai em Língua Portuguesa

Julgamento de Edson Kenji Iura e Teruko Oda.

Cada participante inscreveu um conjunto de dez haicais.

 Prêmio Especial

Tania Alves da Costa (São Paulo, SP): “Cerejeiras floridas”.

 Duas Menções Honrosas

João Toloi (Guarulhos, SP): “Quase um lamento”.

Reneu do Amaral Berni (Goiânia, GO): “Na praia do rio”.

 Prêmio Incentivo (quatro trabalhos)

Carlos Viegas (Brasília, DF): “A velha senhora”.

Jaíra Presa (Santos, SP): “Bolhas de sabão”.

Sérgio Francisco Pichorim (São José dos Pinhais, PR): “À luz do luar”.

Tereza Delong (Irati, PR): “Portão da escola”.

 3. Categoria Poesia em Língua Portuguesa

Julgamento de Eunice Arruda e Yoji Fujyama.

Cada participante pôde inscrever até dois poemas.

 Prêmio Especial

Giovanna Carla Silva de Oliveira (Brasília, DF): “Esse bicho”.

 Duas Menções Honrosas

Marcelo Gomes Jorge Feres (Rio de Janeiro, RJ): “Fugido em palavras com asas”.

Regina Alonso (Santos, SP): “Diálogo mudo”.

 Prêmio Incentivo (quatro trabalhos)

André Telucazu Kondo (Jundiaí, SP): “Sonho de lagarta”.

Luiz Carlos de Moura Azevedo (São Paulo, SP): “Alvarenga & ranchinho nunca perdiam o bonde”.

Primo Alfredo Brandimiller (São Paulo, SP): “O fio da meada”.

Roque Aloisio Weschenfelder (Santa Rosa, RS): “Soneto do enfim”.

 4. Categoria Tradução de Japonês para Português

Julgamento de Andrei Cunha, Meiko Shimon, Neide Hissae Nagae e Sonia Regina Longhi Ninomiya.

Cada participante inscreveu uma tradução da história “Tenguwarai”, de autoria de Toyoshima Yoshio.

 Duas Menções Honrosas

André Felipe de Sousa Almeida (São Paulo, SP ): “A gargalhada do Tengu”.

Thiago Abreu (Rio de Janeiro, RJ): “Tenguwarai”.

 Não foi atribuído Prêmio Especial

Não foi atribuído Prêmio Incentivo
=====================

A Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil (www.nikkeibungaku.org.br) é uma entidade sem fins lucrativos, cujo objetivo original era a promoção da literatura em língua japonesa produzida no Brasil. Recentemente, almejando um maior intercâmbio com a sociedade brasileira, passou a promover igualmente a literatura escrita em língua portuguesa. Publica, em três edições ao ano, a revista Brasil Nikkei Bungaku, na qual divulga trabalhos em prosa e poesia de seus colaboradores, em japonês e português. Tem sede em São Paulo. Organiza, anualmente, o concurso literário que leva o nome de Yoshio Takemoto (1911-1983), destacado professor e poeta nipo-brasileiro e fundador, em 1966, da Associação Colônia Bungaku Kai, embrião da atual Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil.

Fonte:
http://www.kakinet.com/cms/?p=1286

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Resultados de Concursos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s