Arquivo da categoria: concurso de cronicas

II Concurso Nacional ALACE de Crônicas e Trovas (Prazo: 08 de Setembro)

Organização:
Academia de Letras e Artes do Ceará

Contato e Dúvidas:
concursoalacevalorizacultura@hotmail.com

Regulamento:

A equipe do Site da Academia de Letras e Artes do Ceará (ALACE) lança, o IIº CONCURSO NACIONAL “ALACE VALORIZA A CULTURA”, em comemoração aos 10 anos de existência da ALACE e os 6 anos do seu SITE.

1) – COORDENAÇÃO DO CONCURSO:
O concurso será de responsabilidade da equipe do SITE, composta por Maria do Socorro Cavalcanti, Lúcia Mª Paiva Recamonde, Eliane Maria Arruda Silva e os componentes do Conselho Consultivo: Gutemberg Liberato de Andrade, Argentina Austregésilo de Andrade e Amaury Neves Marinho. A Coordenação Geral do Concurso ficará a cargo da acadêmica Maria do Socorro Cavalcanti.

2)- OBJETIVOS: Incentivar a criação literária, abrindo espaço para a produção e divulgação dos trabalhos atinentes a Prosa (crônica) e Versos (trovas), que forem aprovados no citado Concurso.

3) – PARTICIPANTES:
Destina-se a qualquer brasileiro (a) de maior idade (a partir de 18 anos), exceto os membros da Academia de Letras e Artes do Ceará (ALACE).

4) – INSCRIÇÃO:
As inscrições serão realizadas, gratuitamente, via Correios e Telégrafos, no período de 09 de junho de 2012 a 08 de setembro de 2012. Cada participante poderá se inscrever em todas as categorias do Concurso, com apenas um trabalho em cada modalidade: crônica e trova.

A Ficha de Inscrição – ver no site do regulamento – deverá ser preenchida para cada categoria, assinada, colocada dentro do “envelope pequeno”, conforme orientação mencionada no próximo item, e endereçada à Coordenadora Geral do citado Concurso: Maria do Socorro Cavalcanti, Rua João Cordeiro, 962, Ap. 503 – Aldeota, Fortaleza-CE, CEP: 60.110.300.

5) – TEMA:
Para ambas categorias, o tema será GRATIDÃO.
Os trabalhos deverão ser inéditos, redigidos em língua portuguesa, apresentados na folha A4, em apenas um lado, fonte Times New Roman, tamanho 14 e em quatro vias, nas quais deverão constar o nome do concurso, título da obra e o pseudônimo do autor.

– Para a categoria prosa, fica limitado o encaminhamento de apenas uma crônica inédita, que não deverá ultrapassar duas laudas.

– Para a categoria versos, fica limitado o encaminhamento de apenas uma trova, composta de quatro versos de sete sílabas poéticas, líricas ou filosóficas, inéditas, sentido completo, rimando o primeiro verso com o terceiro e o segundo com o quarto, sistema ABAB, e o tema principal constar na trova.

O trabalho que exceder as dimensões propostas no regulamento, resultará na desclassificação do participante.

A data limite para a entrega dos trabalhos é 08 de setembro de 2012 e, para efeito de aceitação, será observada a data do carimbo dos Correios e Telégrafos.
As quatro vias de cada trabalho literário, com o pseudônimo abaixo do título, sem assinatura ou qualquer tipo de identificação, deverão ser encaminhadas pelos Correios e Telégrafos, num envelope A4.

Dentro do envelope A4 (demonstrado no link do regulamento), deve ser colocado também um outro envelope menor, (demonstrado no link do regulamento), rigorosamente lacrado, contendo a Ficha de Inscrição ao Concurso e um resumo biográfico de, no máximo, vinte linhas sobre o autor.

Os envelopes menores ficarão com a Coordenadora Geral do Concurso e só serão abertos, após a avaliação de todos os trabalhos recebidos, e perante a Coordenação do Concurso, o Conselho Consultivo e o Presidente da ALACE.

6)- JULGAMENTO DOS TRABALHOS:

Para o julgamento das duas modalidades, foram designados, pela Coordenação do Concurso, escritores e trovadores de alto nível, cujos nomes serão mantidos em sigilo.

A Comissão Julgadora estabelecerá critérios básicos para exame, julgamento e classificação dos trabalhos apresentados, e sua decisão será soberana e irrecorrível.

Concluído o julgamento, as Comissões Julgadoras deverão informar à Coordenação Gral do Concurso, os (dez) 10 primeiros classificados, para que sejam abertos os envelopes pequenos perante a Coordenação do Concurso, o Conselho Consultivo e o Presidente da ALACE, com vistas à identificação dos vencedores.

Todo material referente ao Concurso, que estiver em posse das Comissões Julgadoras, deverá ser devolvido à Coordenadora Geral do Concurso.

7) – PREMIAÇÃO:

– 1º lugar – (cada categoria) – O troféu “ALACE VALORIZA A CULTURA”; certificado com registro da classificação conquistada e um livro autografado por um acadêmico (a) da ALACE;

– 2º e 3º lugares – (cada categoria) – Medalha e certificado com registro da classificação conquistada e um livro autografado por um acadêmico (a) da ALACE;

– 4° ao 10° lugares (Menções Honrosas) – Diplomas.

Ao Estado da Federação Brasileira que contar com o maior número de trabalhos enviados, será concedido à Secretária de Cultura o Diploma: “CULTURA GERA RIQUEZA”.

Todos os textos classificados serão publicados no SITE da ALACE, no menu “INTERCÂMBIO”, sem quaisquer ônus para a ALACE.

8) – PROCLAMAÇÃO DOS VENCEDORES:

A proclamação dos vencedores será feita no dia 13 de outubro de 2012, na reunião ordinária da ALACE – Rua do Rosário, nº 1 – Centro, Fortaleza-CE.

Os resultados do referido Concurso serão publicados no SITE da ALACE: http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html

Por e-mail, os dez (10) primeiros classificados nas categorias literárias serão imediatamente informados.

9) – ENTREGA DOS PRÊMIOS:

Para esse fim, a ALACE promoverá uma solenidade no dia 10 de novembro de 2012, na sede provisória localizada na Rua do Rosário n° 1, Centro Fortaleza-CE.
Constatada a impossibilidade do comparecimento de algum dos vencedores à solenidade para o recebimento dos prêmios, a ALACE responsabilizar-se-á pelo envio dos mesmos, ao seu domicílio. Os candidatos não terão direito a nada mais, além dos prêmios anunciados.

10) – DISPOSIÇÕES FINAIS:

A participação no citado Concurso implica plena aceitação das normas constantes deste, no Regulamento.

Se no envelope ou outra fonte de informação, constar o nome do autor ou qualquer forma de identificação diversa das expressamente permitidas, o candidato será sumariamente desclassificado.

Caso seja constatado ter sido a obra inscrita, publicada em meio impresso ou eletrônico e tratar-se de plágio, o participante será desclassificado.

Serão automaticamente desclassificados, os trabalhos que não atenderem às normas estabelecidas no Regulamento do referido Concurso.

O material encaminhado pelos participantes não será devolvido.

A ALACE não assume nenhuma responsabilidade com relação a recurso financeiro destinado aos candidatos, ou aos integrantes das Comissões do Concurso.

Os casos omissos, não previstos neste Regulamento, serão resolvidos pela Coordenação do Concurso e/ ou os Coordenadores das Comissões Julgadoras dos trabalhos. Em caso de empate, será convidado o Presidente da ALACE, Zelito Nunes Magalhães para, com o “voto de minerva”, resolver o impasse.

Outras informações sobre o citado Concurso poderão ser obtidas através do SITE da ALACE, http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html e do e-mail:
concursoalacevalorizacultura@hotmail.com

Fortaleza, 09 de junho de 2012

Os modelos de ficha de inscrição seguem junto com o regulamento:
http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html#academias-4

Fonte:
http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html#academias-4

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, concurso de trovas, Inscrições Abertas

II Concurso Nacional de Cronicas e Trovas da ALACE (Prazo: 08 de Setembro)

Organização:
Academia de Letras e Artes do Ceará

Contato e Dúvidas:
concursoalacevalorizacultura@hotmail.com

Regulamento:

A equipe do Site da Academia de Letras e Artes do Ceará (ALACE) lança, o IIº CONCURSO NACIONAL “ALACE VALORIZA A CULTURA”, em comemoração aos 10 anos de existência da ALACE e os 6 anos do seu SITE.

1) – COORDENAÇÃO DO CONCURSO:
O concurso será de responsabilidade da equipe do SITE, composta por Maria do Socorro Cavalcanti, Lúcia Mª Paiva Recamonde, Eliane Maria Arruda Silva e os componentes do Conselho Consultivo: Gutemberg Liberato de Andrade, Argentina Austregésilo de Andrade e Amaury Neves Marinho. A Coordenação Geral do Concurso ficará a cargo da acadêmica Maria do Socorro Cavalcanti.

2)- OBJETIVOS: Incentivar a criação literária, abrindo espaço para a produção e divulgação dos trabalhos atinentes a Prosa (crônica) e Versos (trovas), que forem aprovados no citado Concurso.

3) – PARTICIPANTES:
Destina-se a qualquer brasileiro (a) de maior idade (a partir de 18 anos), exceto os membros da Academia de Letras e Artes do Ceará (ALACE).

4) – INSCRIÇÃO:
As inscrições serão realizadas, gratuitamente, via Correios e Telégrafos, no período de 09 de junho de 2012 a 08 de setembro de 2012. Cada participante poderá se inscrever em todas as categorias do Concurso, com apenas um trabalho em cada modalidade: crônica e trova.

A Ficha de Inscrição – ver no site do regulamento – deverá ser preenchida para cada categoria, assinada, colocada dentro do “envelope pequeno”, conforme orientação mencionada no próximo item, e endereçada à Coordenadora Geral do citado Concurso: Maria do Socorro Cavalcanti, Rua João Cordeiro, 962, Ap. 503 – Aldeota, Fortaleza-CE, CEP: 60.110.300.

5) – TEMA:
Para ambas categorias, o tema será GRATIDÃO.
Os trabalhos deverão ser inéditos, redigidos em língua portuguesa, apresentados na folha A4, em apenas um lado, fonte Times New Roman, tamanho 14 e em quatro vias, nas quais deverão constar o nome do concurso, título da obra e o pseudônimo do autor.

– Para a categoria prosa, fica limitado o encaminhamento de apenas uma crônica inédita, que não deverá ultrapassar duas laudas.
– Para a categoria versos, fica limitado o encaminhamento de apenas uma trova, composta de quatro versos de sete sílabas poéticas, líricas ou filosóficas, inéditas, sentido completo, rimando o primeiro verso com o terceiro e o segundo com o quarto, sistema ABAB, e o tema principal constar na trova.
O trabalho que exceder as dimensões propostas no regulamento, resultará na desclassificação do participante.

A data limite para a entrega dos trabalhos é 08 de setembro de 2012 e, para efeito de aceitação, será observada a data do carimbo dos Correios e Telégrafos.
As quatro vias de cada trabalho literário, com o pseudônimo abaixo do título, sem assinatura ou qualquer tipo de identificação, deverão ser encaminhadas pelos Correios e Telégrafos, num envelope A4.

Dentro do envelope A4 (demonstrado no link do regulamento), deve ser colocado também um outro envelope menor, (demonstrado no link do regulamento), rigorosamente lacrado, contendo a Ficha de Inscrição ao Concurso e um resumo biográfico de, no máximo, vinte linhas sobre o autor.

Os envelopes menores ficarão com a Coordenadora Geral do Concurso e só serão abertos, após a avaliação de todos os trabalhos recebidos, e perante a Coordenação do Concurso, o Conselho Consultivo e o Presidente da ALACE.

6)- JULGAMENTO DOS TRABALHOS:
Para o julgamento das duas modalidades, foram designados, pela Coordenação do Concurso, escritores e trovadores de alto nível, cujos nomes serão
mantidos em sigilo.

A Comissão Julgadora estabelecerá critérios básicos para exame, julgamento e classificação dos trabalhos apresentados, e sua decisão será soberana e irrecorrível.

Concluído o julgamento, as Comissões Julgadoras deverão informar à Coordenação Gral do Concurso, os (dez) 10 primeiros classificados, para que sejam abertos os envelopes pequenos perante a Coordenação do Concurso, o Conselho Consultivo e o Presidente da ALACE, com vistas à identificação dos vencedores.

Todo material referente ao Concurso, que estiver em posse das Comissões Julgadoras, deverá ser devolvido à Coordenadora Geral do Concurso.

7) – PREMIAÇÃO:
– 1º lugar – (cada categoria) – O troféu “ALACE VALORIZA A CULTURA”; certificado com registro da classificação conquistada e um livro autografado por um acadêmico (a) da ALACE;

— 2º e 3º lugares – (cada categoria) – Medalha e certificado com registro da classificação conquistada e um livro autografado por um acadêmico (a) da ALACE;

– 4° ao 10° lugares (Menções Honrosas) – Diplomas.
Ao Estado da Federação Brasileira que contar com o maior número de trabalhos enviados, será concedido à Secretária de Cultura o Diploma: “CULTURA GERA RIQUEZA”.

Todos os textos classificados serão publicados no SITE da ALACE, no menu “INTERCÂMBIO”, sem quaisquer ônus para a ALACE.

8) – PROCLAMAÇÃO DOS VENCEDORES:
A proclamação dos vencedores será feita no dia 13 de outubro de 2012, na reunião ordinária da ALACE – Rua do Rosário, nº 1 – Centro, Fortaleza-CE.

Os resultados do referido Concurso serão publicados no SITE da ALACE: http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html

Por e-mail, os dez (10) primeiros classificados nas categorias literárias serão imediatamente informados.

9) – ENTREGA DOS PRÊMIOS:
Para esse fim, a ALACE promoverá uma solenidade no dia 10 de novembro de 2012, na sede provisória localizada na Rua do Rosário n° 1, Centro Fortaleza-CE.

Constatada a impossibilidade do comparecimento de algum dos vencedores à solenidade para o recebimento dos prêmios, a ALACE responsabilizar-se-á pelo envio dos mesmos, ao seu domicílio. Os candidatos não terão direito a nada mais, além dos prêmios anunciados.

10) – DISPOSIÇÕES FINAIS:

A participação no citado Concurso implica plena aceitação das normas constantes deste, no Regulamento.

Se no envelope ou outra fonte de informação, constar o nome do autor ou qualquer forma de identificação diversa das expressamente permitidas, o candidato será sumariamente desclassificado.

Caso seja constatado ter sido a obra inscrita, publicada em meio impresso ou eletrônico e tratar-se de plágio, o participante será desclassificado.

Serão automaticamente desclassificados, os trabalhos que não atenderem às normas estabelecidas no Regulamento do referido Concurso.

O material encaminhado pelos participantes não será devolvido.

A ALACE não assume nenhuma responsabilidade com relação a recurso financeiro destinado aos candidatos, ou aos integrantes das Comissões do Concurso.

Os casos omissos, não previstos neste Regulamento, serão resolvidos pela Coordenação do Concurso e/ ou os Coordenadores das Comissões Julgadoras dos trabalhos. Em caso de empate, será convidado o Presidente da ALACE, Zelito Nunes Magalhães para, com o “voto de minerva”, resolver o impasse.

Outras informações sobre o citado Concurso poderão ser obtidas através do SITE da ALACE, http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html e do e-mail:
concursoalacevalorizacultura@hotmail.com

Fortaleza, 09 de junho de 2012

Os modelos de ficha de inscrição seguem junto com o regulamento:
http://www.academia-alace.com.br/intercambio.html#academias-4
Fonte:
Http://concursos-literarios.blogspot.com

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, concurso de trovas, Inscrições Abertas

VI Concurso Literário “Cidade de Maringá” (Prazo 31 de Outubro)

jf

Promoção:
 Academia de Letras de Maringá
 União Brasileira de Trovadores – Seção Maringá
Modalidades:
 1. TROVA
 2. SONETO (decassílabo)
 3. POEMA LIVRE (máximo de 30 linhas)
 4. CRÔNICA (máximo de 30 linhas)
Temas (não é necessário o uso da palavra-tema):
 1. PREGUIÇA (para Trova Humorística)
 2. LABOR (para Trova Lírica ou Filosófica e demais modalidades)
Prazo: 31 de outubro de 2012.
Endereço:  Academia de Letras de Maringá – Av. XV de Novembro, 462, sala 105 – Centro Empresarial Metrópole – Maringá – PR / CEP: 87013-230.
Normas:
1. Máximo 3 (três) trabalhos em cada modalidade.
2. Trova: Sistema de envelopes.
3. Demais modalidades: Papel A-4, em quatro vias, Times New Roman, corpo 12, usando pseudônimo. Anexar envelope menor (fechado) indicando externamente a modalidade, título e pseudônimo, e, internamente, identificação do concorrente: nome, endereço completo, telefone, assinatura e e-mail.
4. Todos os textos devem ser inéditos e não poderão ser divulgados por quaisquer meios, total ou parcialmente, até a data da publicação do resultado da seleção.
5. Os resultados serão divulgados, a partir do dia 20 de dezembro de 2012, no site da ALM: http://www.academiadeletrasdemaringa.com.br.
6. Premiação: Troféu e diploma para 10 (dez) vencedores na modalidade Trova lírica ou filosófica e 05  (cinco) vencedores em cada uma das demais modalidades (Trova humorística, Soneto, Poema Livre e Crônica), em festa programada para junho de 2013.
7. Os trabalhos premiados serão publicados em livro a ser editado pela Academia de Letras de Maringá e União Brasileira de Trovadores – Seção Maringá.
8. Os autores dos trabalhos premiados autorizam sua publicação pelas entidades organizadoras, sem ônus de nenhuma espécie.
9. As decisões das comissões julgadoras serão definitivas.
10. A participação no concurso significa aceitação plena das normas aqui relacionadas.
11. Não poderão participar do concurso os sócios efetivos da Academia de Letras de Maringá e da UBT – Maringá
*
Concurso paralelo:- homenagem ao Jubileu de Ouro da Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Tema: COOPERATIVISMO (para Trova L/F, Poema Livre e Crônica) – máximo 3 em cada  modalidade, valendo cognatos. Mesmo prazo e mesmo endereço dos demais temas.
Serão premiados 3 trabalhos em cada modalidade.
P.S. – Para outras informações, contate Olga Agulhon ou Eliana Palma pelos e-mails: olgaetoni@brturbo.com.br / mep@teracom.com.br
Fonte:
Academia de Letras de Maringá

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, Inscrições Abertas, Soneto e Poemas, Trovas

Prêmio Nacional Mogi das Cruzes de Literatura (Prazo: 15 de Agosto)

Organização:
Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes

Contato e Dúvidas:
(11) 4725-1281
E-mail: premioliteraturamogidascruzes@gmail.com
Regulamento:
1. REALIZAÇÃO
1.1 Com tema livre, em caráter competitivo, isento de taxa ou qualquer outra forma de pagamento de inscrição, será realizado pela Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes, por meio da sua Secretaria de Cultura, o PRÊMIO NACIONAL MOGI DAS CRUZES DE LITERATURA – CRÔNICA.
2. OBJETIVOS 
2.1 Incentivar e divulgar a literatura brasileira. 2.2 Revelar novos cronistas.
3. INSCRIÇÕES 
3.1 Poderão se inscrever neste Prêmio qualquer pessoa residente no Brasil, maior de 18 anos.
3.2 É vetada a participação de membros da Comissão Julgadora e de funcionários da Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes.
3.3 Cada autor poderá inscrever até três obras, que em hipótese nenhuma tenham sido publicadas, por quaisquer meios.
3.4 Os trabalhos deverão ser apresentados em língua portuguesa, em 3 (três) cópias, em folhas tamanho A4, numeradas, digitadas em uma face apenas, perfeitamente legíveis, fonte arial tamanho 12. Cada via deverá estar identificada com o nome do Concurso, título da obra e pseudônimo do autor, sendo que o título da obra e pseudônimo do autor deverão constar também no rodapé de todas as páginas da obra, livre de informações que revelem a autoria da obra inscrita.
3.5 Além das 03 (três) cópias, acima mencionadas, o concorrente deverá enviar um CD contendo arquivo com o texto, em formato Word, em um único envelope tamanho ofício, identificado com o nome do Prêmio, o título da obra e o pseudônimo do candidato.
3.6 Em outro envelope lacrado, apenas o pseudônimo do autor do lado de fora, biografia com o máximo de 12 (doze) linhas, foto (rosto) e a respectiva ficha de inscrição.
3.7 Os interessados deverão encaminhar seus trabalhos via correio ou pessoalmente para o Casarão do Carmo, Rua José Bonifácio, 516, CEP 08710-070, Mogi das Cruzes – SP.
3.8 As inscrições serão realizadas até o dia 15 de agosto de 2012.
3.9 Os títulos das obras inscritas poderão ser conferidas no site da Secretaria de Cultura no dia 18 de Agosto de 2012, a fim de que seus autores possam confirmar o recebimento de suas obras. Caso o título de sua obra não conste no site, o autor inscrito terá 5 (cinco) dias para se manifestar e encaminhar a sua obra.
3.10 Informações: (011) 4725-1281 / premioliteraturamogidascruzes@gmail.com
3.11 O ato da inscrição implica, por parte dos autores: cessão automática dos direitos de imagem, publicação e distribuição gratuita da coletânea intitulada: PRÊMIO NACIONAL MOGI DAS CRUZES DE LITERATURA – CRÔNICA.
3.12 A publicação das peças vencedoras será oferecida às bibliotecas públicas do Brasil, independente do estado ou cidade.
4. JULGAMENTO 
4.1 Os textos serão julgados por uma Comissão Julgadora, formada por três pessoas da área literária.
5. PREMIAÇÃO
5.1 Serão concedidos os seguintes prêmios: 1o COLOCADO: R$ 2.000,00 2o COLOCADO: R$ 1.500,00 3o COLOCADO: R$ 1.000,00
5.2 Cada concorrente será premiado apenas uma vez.
5.3 Os premiados receberão troféu e publicação na coletânea intitulada: PRÊMIO NACIONAL MOGI DAS CRUZES DE LITERATURA – CRÔNICA.
5.4 Os três premiados terão seus textos publicados na coletânea intitulada: PRÊMIO NACIONAL MOGI DAS CRUZES DE LITERATURA – CRÔNICA e além dos três primeiros premiados, a Secretaria publicará mais cinquenta crônicas inscritas, que obtiverem maior pontuação, para compor o livro.
5.5 Cada um dos três colocados receberá 10 (dez) livros e os demais publicados receberão 05 (cinco) livros da coletânea publicada.
5.6 A cerimônia de premiação será realizada no dia 25 de Novembro de 2012, às 20h, no Theatro Vasques, Centro de Mogi das Cruzes, quando serão anunciados os três primeiros colocados.
6. DISPOSIÇÕES GERAIS
6.1 Os textos concorrentes não serão devolvidos pela Secretaria Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes, que os destruirá, para preservar o ineditismo dos não premiados.
6.2 Todas as despesas de postagem de material de inscrição serão de responsabilidade do remetente.
6.3 Os casos omissos neste regulamento serão avaliados e resolvidos pela Secretaria Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes, detentora de plena autonomia, para as decisões que se fizerem necessárias e às quais não caberão recursos e contestações posteriores.
Mogi das Cruzes, 09 de Abril de 2012.
Regulamento e Ficha de Inscrição:
Fonte:
Http://concursos-literarios.blogspot.com 

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, Inscrições Abertas

Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga (Prazo: 31 de Julho)

Organização:
SESC/AR/DF
0800-617617 e (61) 3217-9124
Regulamento:
I – DA PROMOÇÃO E DA REALIZAÇÃO
Art. 1º
O Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga é uma iniciativa cultural do Serviço Social do Comércio – Administração Regional no Distrito Federal -SESC/AR/DF.
II – DOS OBJETIVOS
Art. 2º
Incentivar a produção literária, revelar novos talentos no cenário da literatura brasileira e ampliar o espaço institucional do SESC/AR/DF na área cultural.
III – DA PARTICIPAÇÃO
Art. 3º
Poderão concorrer:
• Brasileiros maiores de 18 anos, residentes no território nacional;
• Estrangeiros que residam no Brasil, no mínimo, há 20 anos, e atualmente residentes no Distrito Federal;
• E entre 16 e 17 anos, residentes no território nacional, com a autorização e assinatura dos pais ou responsáveis na ficha de inscrição e no termo de cessão de direitos autorais.
Art. 4º
Cada participante poderá inscrever até duas crônicas inéditas e não publicadas. São consideradas inéditas as crônicas que nunca foram publicados, impressos, e/ou classificados em qualquer concurso de cunho literário.
Art. 5º
• É vedada a participação de funcionários do SESC;
• É vedada a participação de ex-jurado e familiares.
IV – DA NATUREZA E DO TEMA
Art. 6º
Entende-se por crônica um texto curto e narrado em primeira pessoa, onde o próprio escritor está “dialogando” com o leitor
Art. 7º
O tema é de livre escolha do participante.
Art. 8º
As crônicas devem conter elementos que promovam o bem estar e os valores morais.
V – DAS INSCRIÇÕES
Art. 9º
As inscrições são gratuitas e poderão ser efetuadas até 31 de julho, das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira
a) Nas seguintes Unidades Operacionais do SESC/AR/DF:
– SESC Estação 504 Sul, Av. W3 Sul, Quadra 504/505, Bloco “A”;
– Setor Comercial Sul, Quadra 2, Edifício Presidente Dutra;
– 913 Sul, W4, Quadra 713/913, Conjunto “F”;
– Taguatinga Sul, Setor “F” Sul, Área Especial 3;
– Taguatinga Norte, CNB 12, Área Especial 2/3;
– Gama, Setor leste Industrial, lotes 620, 640, 660, 680;
– Guará, QE 4, Área Especial;
– Centro de Atividades SESC Ceilândia, QNN 27, lote B, Ceilândia Norte.
b) Postados, com a remessa da documentação para o endereço abaixo: Serviço Social do Comércio Administração Regional no Distrito Federal, SESC Estação 504 Sul – Biblioteca Av. W3 Sul, Quadra 504/505, Bloco “A” – Brasília, DF, CEP 70331-570
Art. 10
A ficha de inscrição e este regulamento poderão ser obtidos na internet, no site http://www.sescdf.com.br
Ficha de Inscrição:
Art. 11
Informações complementares poderão ser obtidas pelos telefones 0800-617617 e (61) 3217-9124.
Art. 12
A inscrição será efetuada mediante a entrega ou a postagem de envelope lacrado, com etiqueta fixada no canto superior direito, com as seguintes informações:
Prêmio SESC de Crônicas Rubem Braga – 2012
Título(s) da(s) crônica(s):
_________________________________________________
Art. 13
O envelope deverá conter:
a) Ficha de inscrição devidamente preenchida;
b) A crônica impresso em 5 (cinco) vias, em papel A4, sem ilustrações, numa só face, com, no máximo, uma página digitada no Microsoft Word, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento duplo e alinhamento justificado. O título da crônica deverá constar da parte superior da página inicial, digitado em negrito, em fonte Times New Roman, tamanho 14, alinhamento centralizado; 
c) 01 (um) CD contendo o texto da crônica inscrito;
d) Cópia da Carteira de Identidade e CPF.
e) 01 (um) CD contendo a foto do autor digitalizada em alta resolução, acompanhada de breve biografia do mesmo, com, no máximo 10 linhas, no formato doc.
f) Termo de Cessão de Direitos Autorais (conforme modelo);
Parágrafo único. É proibida qualquer forma de identificação nas margens, no rodapé e no texto da cônica, como pseudônimo,nome ou sobrenome do autor, suas iniciais, assinatura ou rubrica.
VI – DA SELEÇÃO E DA CLASSIFICAÇÃO
Art. 14
As crônicas serão analisados por Comissão especialmente designada pela Direção do SESC, composta por membros de notório conhecimento no campo literário, que procederá à seleção de 35 (trinta e cinco) crônicas e as classificará em ordem decrescente de pontos.
Art. 15
A decisão da Comissão é soberana e irrecorrível.
VII – DOS RESULTADOS
Art. 16
Os resultados dos processos de seleção e classificação serão divulgados nas Unidades do SESC/AR/DF e no site http://www.sescdf.com.br
VIII – DA PREMIAÇÃO
Art. 17
As 35 (trinta e cinco) crônicas selecionadas serão reunidas em Coletânea a ser publicada pelo SESC/AR/DF. 
A solenidade de premiação e o lançamento da Coletânea dar-se-ão em local, data e horário a serem definidos oportunamente, pelo SESC/AR/DF.
Art. 18
A critério da Direção do SESC/AR/DF, outras crônicas, além das selecionadas, poderão fazer parte da Coletânea.
Art. 19
Os autores das crônicas classificadas nos 3 (três) primeiros lugares receberão prêmio pecuniário, cujos valores, abaixo discriminados, são brutos, e deles serão deduzidos impostos e contribuições, com base na legislação em vigor:
1º classificado – R$ 2.000,00
2º classificado – R$ 1.500,00
3º classificado – R$ 1.000,00
Parágrafo único. Os autores das obras selecionadas receberão certificados de participação e exemplares da Coletânea.
IX – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 20
Os participantes, ao se inscreverem, manifestam plena concordância com o presente regulamento, cujo descumprimento ensejará sua desclassificação.
Art. 21
Os autores cujas crônicas tenham sido selecionados para integrar a coletânea deverão assinar e encaminhar ao SESC/ AR/DF (Estação 504 Sul), no prazo determinado:
a) Termo de Cessão de Direitos Autorais (conforme modelo), com firma reconhecida em cartório;
Art. 22
O SESC/AR/DF reserva-se o direito de:
a) Utilizar os trabalhos selecionados, em material institucional, por prazo indeterminado;
b) Proceder à revisão gramatical das crônicas selecionadas, com a finalidade de publicação da Coletânea;
c) Não devolver aos participantes o material da inscrição;
d) Não efetuar, sob nenhuma forma, pagamento de direitos autorais;
e) Não se responsabilizar por cópias, plágios ou fraudes;
f) A diagramação dos textos seguirá os critérios estipulados pelo SESC/AR/DF.
Parágrafo único: quaisquer manifestações contrárias às cláusulas deste regulamento deverão ser encaminhadas ao SESC/AR/DF, por meio de documento original assinado, em até 48 horas da publicação do resultado.
g) Desclassificar o participante que não entregar a documentação completa solicitada no artigo 13 deste Regulamento.
Art. 23
O SESC/AR/DF assegura aos participantes de outros estados, no caso de terem sido classificados em 1º, 2º ou 3º lugares, passagem aérea e hospedagem em Brasília, em sua Unidade de Turismo Receptivo, sem direito a acompanhante, para participarem da solenidade de entrega da premiação e do lançamento da Coletânea, sendo, para tal, indispensável a presença do candidato.
Art. 24
Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pela Direção do SESC/AR/DF. 
Fonte:

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, Inscrições Abertas

VII Concurso Rubem Braga de Crônicas (Resultado Final)

VENCEDORES


1º LUGAR
Mulher ao livro
Rui Werneck de Capistrano – Curitiba – PR

2º LUGAR
.. E a vida acontece
Marcelo César da Silva – São João Del-Rei – MG

3º LUGAR
Andarilho
Thiago Oliveira de Carvalho – Rio de Janeiro – RJ

MENÇÃO HONROSA 

Números alienígenas
Lucêmio Lopes da Anunciação – Natal – RN

O peso de um sonho
André Telucazu Kondo – Caraguatatuba – SP

Magrela
Sérgio de Barros Prado Moura – Ponta Verde – AL

Porta-retratos da vida
Carmen Sylvia C. Oliveira Macedo – Porto Alegre –RS

O olhar que se perdeu
João Lisboa Cotta – Ponte Nova – MG

A crise moral
Alcir de Melo Pimenta – Campo Grande – RJ

Quem sou eu?
Geraldo Peres Generoso – Ipaussu – SP

O filatelista
Renato Vieira Ostrowski – Campo Magro – PR

Uma emuitas
Vânia Aparecida Mattozo – Florianópolis – SC

Viagem ao ontem
Athalidia Depes Bueno – Cabo Frio – RJ

Indignação
Antonio Jorge Barbosa – Salvador – BA

Avós
Fernanda Carvalho de Almeida – Fortaleza – CE

Vazio existencial
José Anaildo Soares – Caruaru – PE

Em busca do fim
Araí Terezinha B. dos Santos – Campo Largo – PR

Antigamente
João Carlos de Oliveira – Teixeira de Freitas – BA

Um homem indelicado
Rosângela Vieira Rocha – Brasília – DF

Aprendendo c/o pequeno homem
Ricardo Francisco de Camargo Chagas – Ivaiporã – PR

Crônica da paz
Vera Maria Puget Blanco Bao – Rio de Janeiro – RJ

Um simples toque
Irede Inês Masiero Farenzena – Veranópolis – RS

A Justiça exposta em vitrines
André Luís Soares – Guarapari – ES

DESTAQUE

Memórias…
Darly O. Barros – São Paulo – SP

Autobiografia
Maria Apparecida S. Coquemala – Itararé –SP

Crônica
Rafael Alvarenga Gomes – Cabo Frio – RJ

Mosaico Sérgio Sampaio
Ricardo Maggessi Viola – Lambari – MG

Reato
Rachel Queiroz Zuliani – Anchieta – ES

Pernilongo
Hudson Okada – São Paulo – SP

Pescar
Dirceu Badini Martins – Nova Friburgo – RJ

Arte e vida Severina
Tarlei Martins Ferreira – Brasília – DF

O retorno
Paulo Afonso Correia de Paiva – Recife – PE

A hora do pega-pega
Diogo Maluf de Souza V.de Faria – BeloHorizonte-MG

As velhas figueiras do meu bairro
Pedro Diniz de Araújo Franco – Rio de Janeiro – RJ

Sem quintal, com sótão. Para…
José de Jesus Cordeiro Andrade – São Luís – MA

Futuro leitor
Severino Rodrigues da Silva – Paulista – PE

Lugar dos sonhos
Raquel Zampirolo Santos – Cachoeiro de Itapemirim-ES

A chave perdida
Cassiano Gilberto Santos Cabral – Porto Alegre – RS

12 graus
Maurício Fregonesi Falleiros – Ribeirão Preto – SP

Crônica da ficção e da realidade
Heloisa Helena de Campos Borges – Goiânia – GO

O que cavalga por dentro…
Cláudio Alves da Silva – São João de Meriti – RJ

O prestador de serviços gerais
Tânia Teresinha Lopes – Santa Maria – RS

O ouvido de meu pai
Francisco Carlos Farias Trigueiro – Rio de Janeiro – RJ

* Lembramos aos autores que os textos premiados podem ser enviados para publicação no hhtp://textospremiados.blogspot.com 

Fonte:
Enviado por e-mail pela Academia Cachoeirense de Letras para http://concursos-literarios.blogspot.com 

Deixe um comentário

Arquivado em concurso de cronicas, Resultados de Concursos