Arquivo da categoria: dia das mães

Trova de Dia das Mães – Orlando Brito (São Luiz/ MA)

Deixe um comentário

14 de maio de 2012 · 00:36

Ciranda de Trovas (Mãe) Parte 2, final

Para mãe, não há uma rima,
no idioma português,
pois ser mãe é obra prima,
– foi assim que Deus a fez.
Luiz Hélio Friedrich – Curitiba/PR

Dizes que és pobre … E eu, coitado,
inveja tenho de ti …
– Tens tua mãe a teu lado,
e a minha – eu nem conheci!
Luiz Otávio – Rio de Janeiro/RJ

Tendo ao seio o meu menino,
tudo em volta é luz, é brilho.
Nem sei mesmo onde eu termino
e onde começa o meu filho!
Magdalena Léa Barbosa Correia – Rio de Janeiro/RJ

A mãe é esta criatura
que mil vezes dá perdão.
E tem paciência e ternura
sobrando no coração.
Milton Souza – Porto Alegre/RS

Apesar de mim distante,
lembro de ti, mãe querida;
porque foste a mais brilhante
estrela da minha vida!
Nemésio Simas – Raul Soares/MG

Guarda no olhar a doçura
com que me embalou um dia.
Mãe lembra sempre a figura
e a ternura de Maria.
Nilci Guimarães – Rio de Janeiro/RJ

Das dores que o tempo aguça
a mais triste, eu desconfio,
ser a da mãe que soluça
junto de um berço vazio…
Nilo Aparecido Pinto

Mãe, com divina bondade,
inteligência e com brilho,
faz tudo que ao filho agrade,
sem nada exigir do filho.
Orlando Woczikosky – Curitiba/PR

Em paz o mundo estaria,
se governassem a Terra
apenas mães que algum dia
perderam filhos na guerra!
Osmar Godinho – PR

Como de um eixo central,
desde a manhã à noitinha,
a vida toda de um lar
gira em torno da mãezinha.
Pedro Coltro – Ribeirão Preto/SP

Minha Mãe – frase sagrada
da mais sublime expressão,
para ser perpetuada
no fundo do coração.
Pedro Paulo de Lemos – RJ

Mamãe foi feliz morrendo,
foi feliz porque morreu!
pois se me visse sofrendo,
sofria mais do que eu !
Renato Caldas – Açu/RN.

À minha mãe que voou,
nas asas de um querubim,
pedindo hoje aqui estou
que do céu vele por mim.
Sara Furquim – Rio Branco do Sul/PR

Carinhos de filhos, quero!
Fazem bem ao coração:
São frutos do amor sincero;
São frutos da gratidão!
Selma Patti Spinelli – São Paulo/SP

Penso ouvir teu acalanto,
minha mãe, lá de onde estás,
querendo enxugar meu pranto
e ninar-me, em horas más.
Thereza Costa Val – Belo Horizonte/MG

Amor…. assim eu defino:
Mamãe tão velha… e eu, marmanjo,
tratado igual a um menino:
-Veste o agasalho, meu anjo!…
Vanda Fagundes Queiroz – Curitiba/PR

Apesar da longa ausência,
sinto a sua vibração…
que marcou minha existência
e tatuou meu coração!
Vânia Ennes – Curitiba/PR

Rosto negro, alma de neve,
ternura de risos francos,
o Brasil muito de deve,
mãe – preta dos filhos brancos.
Vasco de Castro Lima – Lavrinhas/SP

Eu rememoro a saudade
de minha mãe, as carícias:
serena necessidade
de seu carinho e delícias…
Vidal Idony Stockler – Curitiba/PR

Ser mãe, é ser o que encerra
tudo que é nobre e bendito :
– é ter a alma na terra
e o coração no infinito …
Virgílio G. Assumpção

Almejo trilhas sem fim,
ornamentadas de rosas!…
Mãe, vais à frente de mim,
cultivando as mais formosas!
Wagner Marques Lopes – Pedro Leopoldo/MG

Transcendo o sonho e refaço
minhas rotas do passado,
para ter de novo o abraço
do ventre em que fui gerado.
Wandira Fagundes Queiroz – Curitiba/PR

Mamãe é um sono desperto,
é uma estrela que reluz,
é oásis num deserto,
é bondade, é paz, é luz.
Zeni de Barros Lana – Itaverava/MG

Fonte:
Nilton Manoel. Portal Movimento das Artes

Imagem obtida no site de A. M. A. Sardenberg. Alma de Poeta.

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Trovas

Trova de Dia das Mães – Severino Uchoa (Aracajú/SE)

Deixe um comentário

13 de maio de 2012 · 23:45

Trova de Dia das Mães – Sinésio Cabral (Fortaleza/CE)

Deixe um comentário

13 de maio de 2012 · 23:10

Trovas em Homenagem às Mães

Com que suave ternura
tece a canária o seu ninho!
– Mãe é assim, dengosa e pura,
a nossa e a do passarinho…
A. A. de Assis

Mãe é ternura infinita
e ainda que a alma lhe doa,
ante um filho não hesita,
enxuga o pranto e…perdoa!
Carolina Ramos

Quando a mãe beija seu filho
– tesouro herdado de Deus –
quanto fulgor! Quanto brilho
espelha nos olhos seus!
Diamantino Ferreira

Tricotando o sapatinho,
a mamãe pára um momento
e acaricia o pezinho,
no seu ventre, em movimento…
Domitilla Borges Beltrame

Se “Mãe” não tem com que rime,
não desistas, trovador…
Troca a palavra sublime
pelo sinônimo “Amor”!
Dorothy J. Moretti

Lampadário de bonança,
luzente, formoso e terno,
nada supera a esperança
que existe no olhar materno!
Elen De Novais Felix

Minha mãe, foram teus braços,
refúgio dos meus segredos,
onde deitei meus cansaços
e adormeceram meus medos!
Ercy M. Marques Faria

Deus, em toda sua glória,
com tanta grandeza e brilho,
pra completar sua história,
quis ter mãe e quis ser filho!
Gislaine Canales

Ser mãe é trabalho insano
que tal carinho irradia
e te faz, por todo o ano,
ser a mãe de cada dia!…
Hermoclydes S.franco

Minha mãe partiu e agora
na saudade que me envolve,
eu sou criança que implora:
-Por favor, Senhor…devolve…
Izo Goldman

Minha Mãe. Minha alegria.
Meu amor. Minha santinha.
Deu-me tudo o que eu queria
mas levou tudo o que eu tinha.
José Gilberto Gaspar

Vou ser mãe…ela murmura…
e o seu ventre, com nobreza,
aos poucos, forma a figura
de um templo da natureza…
Marina Bruna

Louvo as mães, o sol caindo,
vão à igreja, levam velas,
à Virgem sempre pedindo
pelos filhos…não por elas.
Moacyr Figueiredo

Te amando, mãe, desde o berço,
eu nem te amei tanto assim,
pois não te dei nem um terço
do amor que tu deste a mim!
Regina Célia de Andrade

Fecunda o ventre rosado
do amor, a fértil semente
e, a mãe, abriga um legado
que é futuro em seu presente…
Relva do Egypto R. Silveira

Minha mãe, do amor escrava,
com seu carinho e constância,
era a fonte que irrigava
o jardim de minha infância!
Renata Paccola

Quando piso, descuidado
as trilhas do coração,
sinto, a cada passo dado,
minha mãe me dando a mão!
Roberto Resende Vilela

Penso ouvir teu acalanto,
minha mãe, lá de onde estás,
querendo enxugar meu pranto
e ninar-me, em horas más.
Thereza Costa Val

É noite!… E, num desvario,
na dor que a sufoca e invade,
chorando – o berço vazio –
a mãe embala a saudade!
Therezinha Dieguez Brisolla

Além de toda a alegria
de ser mãe, eu penso assim:
– Que bênção lembrar que, um dia,
anjos moraram em mim…
Vanda Fagundes Queiroz

Fonte:
http://www.recantodasletras.com.br/homenagens/3664419
Colaboração de Olga Agulhon (repassando de A. A. Assis / J. B. Xavier)

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Trovas

Walter Gonçalves Horta (Coração de Mãe)


Que seja eterno enquanto dure,
Então que dure eternamente.
Que seja válido enquanto vale,
Então que valha para sempre.

Que seja como a luz solar,
Tendo muito brilho e amor,
Que seja como uma caricia,
Meiga e suave em seu fulgor

Que seja leve como a pluma,
Que não carregue culpa nenhuma.
Que seja alvo como a neve,
E tão veloz como a puma.

Que seja forte como um touro,
E mais valioso que o ouro.
Que seja brilhante como uma estrela,
E precioso como um diamante.

Só é possível comungar
Todos estes elementos num altar.
Que é muito bonito mas discreto,
Embora enorme como o mar.
Capaz de todos abrigar.
Coração de mãe é este encantado lugar!

Fonte:
Poema enviado pelo autor

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, poema.

Trova de Dia das Mães- Maria Nascimento (Corupire/AL)

Deixe um comentário

13 de maio de 2012 · 22:30

Trova de Dia das Mães – Hermoclydes S. Franco (Rio de Janeiro/RJ)

Pintura de Pablo Picasso

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Rio de Janeiro em Trovas

Ciranda de Trovas (Mãe) Parte 1


Na varanda, um quadro lindo:
a jovem mãe e a criança:
– Era a ternura sorrindo,
amamentando a esperança!
A. A. de Assis – Maringá/PR

Depois que, mãe tu partiste,
como uma Santa em seu véu,
o céu que eu via tão longe,
ficou mais perto, e mais céu…
Adelmar Tavares – Recife/PE

Minha mãe com maestria,
vibrou forte de emoção,
quando em tarde de magia
fez pulsar meu coração!
Vânia Maria Souza Ennes – Curitiba/PR

Pelo bem que me fizeste;
sem nunca exigires nada:
pela luz que tu me deste,
minha mãe – muito obrigado!
Agmar Murgel Dutra

Minha mãe, tu que me acalmas,
e que meus males espantas,
és a mais pura das almas,
és a mais santa das santas!
Almeida Faria

Mãe, por mais que eu me concentre
na importância do que faço,
não esqueço que o teu ventre
foi o meu primeiro espaço.
Almerinda Liporage – Rio de Janeiro/RJ

Oh, minha mãe, com denodo,
numa existência sem brilho,
trocaste o futuro todo
pelo futuro do filho!
Alves Costa

Minha mãe sempre ao meu lado,
é amiga na dor, no riso;
não reclama do seu fado,
finge sempre um paraíso…
Amarillys Schloenback

Da mãe a filha querida:
– Obrigada, meu bebê…
Fui eu que lhe dei a vida,
mas minha vida é você!
A. A. de Assis – Maringá/PR

Amor de mãe é semente
que germina em qualquer chão,
é feito só de ternura,
é feito só de perdão.
Anfrísio Lima – ES

Mãe de José, de Maria,
de Antonio, Pedro, de João …
O nome próprio varia …
Só não muda o coração.
Aníbal Vitral Monteiro – SP

Mãe que traz uma criança
nas entranhas do seu ser,
carrega a própria esperança
no filho que vai nascer.
Anis Murad – RJ

Ó mãe que tudo perdoas,
corrige teus pequeninos!
– Às vezes, de intenções boas
nascem ladrões e assassinos…
Aparício Fernandes – Acari/RN

Vejo-te, mãe, todo dia
que a tarde cai pra morrer
e que a voz da Ave-Maria
vem minha alma enternecer…
Archimimo Lapagesse – Florianópolis/SC

Depois de uma noite calma,
numa manhã de verão,
no céu anjos esperavam
recebê-la em oração!
Vânia Maria Souza Ennes – Curitiba/PR

Para você, mãe, a prece
deste filho agradecido
que na terra não se esquece
de tanto amor recebido.
Antonio M.A. Sardenberg – São Fidélis/RJ

Que grande amor verdadeiro
o da mãe pelo seu filho.
Amar é doar-se inteiro,
e vencer todo o empecilho.
Arlene Lima – Maringá/PR

Mãe olhando o teu retrato
meus olhos fitos nos teus,
penso que estás ao meu lado
por uma graça de Deus!
Batista Nunes – Rio de Janeiro/RJ

Sem escolha, oficialmente,
chegou lá, na luz de Deus.
Foi em paz… Solenemente…
Reencontrar com os seus!
Vânia Maria Souza Ennes – Curitiba/PR

Ser MÃE é trabalho insano
que tal carinho irradia
e te faz, por todo o ano,
ser a MÃE de cada dia!…
Hermoclydes S. Franco -Rio de Janeiro/RJ

Eu vi minha mãe rezando
aos pés da virgem Maria:
– Era uma santa escutando
o que outra santa dizia.
Barreto Coutinho – Limoeiro/PE

Mãe – presente do Senhor,
que a humanidade conduz
num barco cheio de amor,
singrando mares de luz!
Benedito Camargo Madeira – Pouso Alegre/MG

Mãe do Amor! Mãe de Jesus
e dos filhos de ninguém!
Tem pena da minha cruz,
que sou teu filho também!
Benedito Lopes

Devo tudo quanto sou
e a vida me concedeu
à mãe que Deus me levou
e à mulher que Ele me deu!
Carlos Guimarães

Era uma vez… A saudade
da meiga MÃE que ensinava,
na minha infância, a verdade
nas histórias que contava!…
Hermoclydes S. Franco – Rio de Janeiro/RJ

Adeus, filho…Vive a vida!
Volta um dia sem promessa…
que a primeira despedida,
no ventre da mãe começa…
Carolina Ramos – Santos/SP

A Mãe, por ser indulgente,
tudo em seu coração cabe.
A mãe é aquilo que a gente
quer definir mas não sabe.
Clarindo B. Araújo – Natal/RN

Mãe não é só quem procria.
nos diz velho ditado.
Ser mãe é também quem cria
com amor um filho adotado.
Claudyra Dias da Rocha – Fortaleza/CE

Mãe viva, mãe que partiu…
Todas merecem louvores;
seu amor sempre floriu
na rima dos trovadores.
Conceição A. C. de Assis – Pouso Alegre/MG

Mãe! criatura querida,
santa heroina sois vós;
quando nos destes a vida,
destes o sangue por nós.
Décio Valente – São Paulo/SP

Minha mãe tão delicada,
toda feita de carinho,
continua madrugada
no ocaso do meu caminho!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Amor de mãe é tão grande,
tão profundo na expressão,
tão sincero, tão sublime,
que não tem definição!
Delmar Barrão

Ao ver o filho que nasce,
a mamãe feliz no leito…
Com afeto, beija-lhe a face,
apertando-o contra o peito.
Djalma Mota- Caicó/RN

Se “Mãe” não tem com que rime,
não desistas, trovador…
Troca a palavra sublime
pelo sinônimo “Amor”!
Dorothy Jansson Moretti – Sorocaba/SP

Ouve mãe: já não contenho
esta saudade insofrida …
Deste-me a vida que tenho
e eu não posso dar-te a vida.
Durval Mendonça

As mães merecem bem mais
Do que ter um dia somente…
Mães são pra sempre imortais!
Mãe és o máximo expoente!
Eire – Jacaraípe, Serra/ES

Toda luz na diretriz
deste meu viver austero
é um bilhetinho que diz:
– ” Mamãe, querida, eu te quero”!!
Elisabeth Souza Cruz – Nova Friburgo/RJ

A mãe tem tal primazia,
tanto poder, tanta luz,
que pede à Virgem Maria
quem precisa de Jesus …
Elton Carvalho – São Paulo/SP

O amor seria fecundo
como tal se espalharia,
se toda mãe que há no mundo
tivesse um nome: MARIA!
Francisco José Pessoa – Fortaleza/CE

Deus, em toda a sua glória,
com tanta grandeza e brilho,
p’ra completar sua história,
quis ter mãe e quis ser filho!
Gislaine Canalles – Balneário Camboriú/SC

Minha mãe, que orava aqui,
é nos céus que reza agora;
foi no meu sonho que a vi
aos pés de Nossa Senhora!
Harley Clovis Stocchero – Almirante Tamandaré/PR

A mãe é essência divina
que todo amor nela encerra;
é luz que a estrada ilumina
para os filhos nessa terra.
Horácio Ferreira Portella – Piraquara/PR

Num rasgo de amor profundo,
Deus,- sublime Criador-
criando a Mãe, mostra ao mundo
toda grandeza do Amor!
Ivone Prado – Belo Horizonte/MG

Oh, minha mãe, em meus cantos,
num grato e eterno estribilho,
bendigo a Deus, que, entre tantos,
me escolheu para teu filho!
J. G. de Araújo Jorge – Tarauacá/Acre

Surpreendente maravilha
a que agora me acontece:
minha mãe é minha filha
à medida que envelhece!
Jesy Barbosa – Campos/RJ

Minha mãe verteu mais pranto
que a mãe de Nosso Senhor.
A Virgem chorou um Santo;
minha mãe – um pecador!
José Maria Machado de Araújo – Rio de Janeiro/RJ

A mãe das outras crianças
com minha mãe se parece ;
oferta ao filho as bonanças
e oculta o mal que padece.
José Valeriano Sobrinho

Amor de mãe quem tiver
Deve guardá-lo no peito:
não há amor de mulher
que seja amor tão perfeito.
Júlio Brandão

A Mãe, somente, perdoa
o mal que um filholhe faça,
embora o coração doa
dá-lhe um sorriso e o abraça!…
Lacy José Raymundi – Garibaldi/RS

Na tua fronte bendita
dei um beijo, mãe querida!
foi a trova mais bonita
que já fiz em minha vida.
Lilinha Fernandes – Rio de Janeiro/RJ

DIA DAS MÃES, homenagem
do amor à paz, à pureza
e ao símbolo de coragem
mais lindo da natureza!
Hermoclydes S. Franco (Rio de Janeiro/RJ)

Fontes:
Alma de Poeta

Portal Movimento das Artes

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Trovas

Trova de Dia das Mães – Clevane Pessoa (Belo Horizontes/ MG)

Deixe um comentário

12 de maio de 2012 · 17:36

Delfina Benigna da Cunha (Trovas de Mãe)

Dia das Mães!…Alegrias
Das mais puras, das mais belas!…
Mas é preciso saber
O dia que não é delas.

O Nosso berço no mundo,
Sem que ninguem o defina,
É um segredo entre a mulher
E a Providência Divina

Mãe possue onde apareça
Dois títulos a contento:
Escrava do sacrificio,
Rainha do sofrimento

Mulher quando se faz mãe,
Seja ela de onde for,
Por fora é sempre mulher,
Por dentro, é um anjo de amor.

Maternidade na vida,
Que o saiba quem não souber,
É uma luz que Deus acende
No coração da mulher.

Coração de mãe parece,
No lar em que se aprimora,
Padecimento que ri,
Felicidade que chora.

Pela escritura que trago,
Na história dos sonhos meus,
Mãe é uma estrela formada
De uma esperança de Deus.

Quantas mães lembram roseira!
Quantos filhos rosas são!…
Quanta rosa junto à festa!
Quanta roseira no chão!…

Fonte:
Psicografia de Francisco Candido Xavier
Do livro : Trovas do outro mundo ( pgs 31 a 33)

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Rio Grande do Sul, Trovas

Trova de Dia das Mães – Vânia Maria Souza Ennes (Curitiba/PR)

Deixe um comentário

12 de maio de 2012 · 17:22

Trova de Dia das Mães – A. A. de Assis (Maringá/PR)

Deixe um comentário

12 de maio de 2012 · 17:07

Antonio M. A. Sardenberg (Poemas às Mães)


Para Sempre
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE (Itabira/MG)

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Mãe
ISABEL PASSOS (Lisboa/Portugal)

A mulher foi por Deus escolhida
pra na maternidade gerar vida;
Com amor trazer filhos ao mundo;
O dom mais sublime e profundo.

Pode ter dor quando um filho parir
mas logo esquece, ficando a sorrir
assim que escuta o doce vagido,
e acaricía o recém-nascido.

Em suas entranhas vida semeou,
deu à luz o filho e tudo suportou.
Com altruísmo dá aquilo que tem…

Abnegação, apanágio de mãe,
é produto da Obra do Criador
que tudo planeou com muito Amor.

És tu Mãe!
JOSÉ ERNESTO FERRARESSO (Serra Negra/SP)

Determinada, irreverente e persistente,
De iniciativas constantes.
Punhos fortes, nunca errante,
Mulher linda, estonteante.

Mãe, Rainha do lar,
Mostra sua resistência e sabe lutar.
Ensina coisas boas, sabe os filhos educar,
Por isso a denominamos “Dona do Lar”.

Cumpridora, fiel aos filhos e esposo,
Em todas as horas e instantes dolorosos,
É ela a grande guerreira .

Essa mãe verdadeira,
Em cada momento presente.
Divina simplesmente.

DNA de Mãe
AMILTON MACIEL MONTEIRO (S. José dos Campos/SP)

O DNA de mãe foi desvendado,
mas trouxe inda surpresa memorável,
mesmo que a nós já houvesse sido dado
conhecer seu poder inesgotável

Nele o elemento máximo encontrado
de fato foi um Amor inigualável,
aliado à Ternura e ao Cuidado,
produzidos de forma respeitável!

Achou-se, outrossim, muita Paciência
e porção semelhante de Alegria,
ficando as duas sempre em evidência.

Porém, o achado mais surpreendente
foi a Coragem unida à Poesia…
E o dom pra suportar a Dor Pungente!

Mamãe Mamãezinha
DIVANILDE VITORIA CAMPOS(DIVA) (Mirassol/SP)

Ciranda cirandinha,
mamãe hoje vamos cantar
embora já tão velhinha
jamais deixou de me amar!

Como toda jovem, sonhou,
lindos sonhos não realizados
mas nunca desanimou
de ter-me tanto amado!

Seus cabelos branquinhos
como um punhado de neve
a pele enrugadinha
mãos trêmulas, passos trôpegos
corpo franzino, encurvadinha!

Dizer que te amo não é preciso
sabes que sempre te amei
nos teus braços sempre feliz
enquanto me embalava
uma linda cantiga cantava!

Hoje é teu dia, Dia das Mães.
Nesta tua longa caminhada
me ensinou os bons caminhos
não me deixou me afastar do teu ninho
por isso sou muito abençoada!!!

Tributo à Minha Mãe
LENIR MOURA

E um dia deus a chamou.
e você foi indo,
sem pressa, bem devagar.
foi obedecendo àquele chamado calmamente.
Você sabia que a dor seria grande demais,
e então sem querer nos fazer sofrer,
fez assim:
preferiu nos acostumar com a idéia
de não mais ter você,
e aos poucos,
foi se afastando.
Foi nos ensinando a sentir
que não a tínhamos mais,
mesmo estando ao nosso lado.
E com isso,
a dor não doeu tanto,
e mais uma vez,
mesmo na hora final,
poupou-nos um sofrimento maior.
Dignidade na vida, altivez na morte!
atitude digna de você,
que sempre foi mãe,
em toda sua magnitude.
Descansa minha mãe
e ilumina com a sua luz,
o pedaço de céu que a você foi reservado.
Encanta com o seu amor
e embala com a sua canção de paz
a missão que, com certeza,
Deus lhe destinou:
a de ser no céu
mais uma estrela a brilhar.

A Minha Mãe
MARIA DA FONSECA (Lisboa/ Portugal)

Ao observar-me no espelho
Vejo os teus traços, Mãezinha,
Ouço ainda o teu conselho,
Tua alma junto à minha.

Da minha face, o oval
Lembra-me teu rosto lindo,
Teu sorriso maternal
Os teus olhos colorindo.

Enquanto os meus são castanhos,
Os teus eram ‘sverdeados,
Mas meu cabelo que apanho
Teve cachos ondeados.

De ti herdei as feições
Que recordo tão saudosa.
Sei que viveste aflições
E mas poupaste, ansiosa.

Ao teu coração bondoso
Presto singela homenagem.
“Doou-me amor precioso
E deu-me sempre coragem”.

Ser Mãe
DÁRIA FARION

É extasiar-se:
– Meu Deus! A mim confiaste,
a maravilha de Tua criação.

É abrigar-se:
– Debaixo da Graça Divina,
em seus eflúvios haurir
alento, coragem e fé.

É expor-se:
– Na sua Luz se energizar
e por caminhos iluminados
seus filhos conduzir.

Ser mãe é amar,
tanto, tanto. Vida própria não ter,
de tristeza e alegria sorrir,
de alegria e tristeza chorar.

Ser mãe,
é orar pedindo,
é orar agradecendo,
é orar abençoando.

Feliz é o filho que tem
uma mãe orando.
Benditos os filhos que ensinam a amar.

Minha Mãe
HILDA PERSIANI (Curitiba/PR)

Não existe palavra mais doce
Desde que se aprende a falar,
Pronunciá-la é como se fosse
O mais saboroso manjar.

Mãe, sempre pronta a me aconselhar,
Seus exemplos que sempre admirei,
Foi o espelho onde me espelhei
E na vida me ajudaram a caminhar.

Tentei escrever uma poesia
Para homenageá-la no seu dia,
Mas não consegui terminar,

Ao relembrar seu olhar de santa,
Um nó me aperta a garganta
E eu só consigo chorar …

Mulher da lida
JOSÉ ERNESTO FERRARESSO (Serra Negra/SP)

Perto de um filho ou de qualquer situação.
Demonstra sua atitude de mãe e de atenção.
Até resolver e dar a sua decisão.
Inicia um luta árdua de emoção e tensão.

Nasce para protetora e genitora.
Traz o cansaço e não esquece da luta.
Realiza seus projetos com afinco.
És forte e mulher vencedora.

Mulher que conquista, resolve e age.
Que em momento algum se mostra inibida.
Nem tem medo do que pode acontecer.
Tem a força, doçura e a candura.

Levanta bandeiras na vida dura.
Em qualquer instante mostra suas garras.
Amor, doação e em seus gestos é querida.
És mulher vencedora e decidida.

M ostra toda as suas iniciativas.
U sa do bom senso e da confiança.
L evanta, sai para o trabalho e conquista.
H onestamente a sua liderança.
E terna, vencedora e guerreira.
R ealizada, ambiciosa e determinada, dona do lar e da vida.

Mãe… Mulher!
ADEMAR MACEDO (Natal/ RN)

Ser mãe é negar a dor,
a dor maior que ela sente.
Ser filho é ter muito amor
para amá-la eternamente…
– Minha mãe foi meu tesouro,
meu escudo e meu troféu;
hoje, uma medalha de ouro
entre as mães que estão no céu!
Minha mãe, minha rainha,
só para o bem me conduz.
Pra ser mãe igual a minha,
só mesmo a mãe de Jesus!
Tal qual Mãe celestial,
mamãe também não tem preço!
Toda mãe é sempre igual…
muda apenas de endereço.
Toda mãe é protetora
e guarda em si, um mister;
no papel de genitora,
é simplesmente…Mulher!

Minha Mãe
TECA MIRANDA

Doce olhar que meus olhos seguem
sol a brilhar no céu da minha vida
acalanto que aquece meu coração
do sopro frio e cortante da saudade.

Fonte:
Alma de Poeta

Deixe um comentário

Arquivado em dia das mães, Poemas

Trova de Dia das Mães – Prof. Garcia (Caicó/RN)

Deixe um comentário

12 de maio de 2012 · 16:50