Arquivo da categoria: Índia

Lenda Indiana (O Elefante Furioso)

Na floresta de Shaiva, na Índia, vivia um sábio que tinha vários discípulos, aos quais falava sempre sobre pontos obscuros de doutrinas e religiões.

Certo dia este sábio ensinou palavras que provinham das escrituras sagradas:

“Deus reside em tudo do universo. Tanto no homem quanto na víbora. Tanto no elefante quanto na pedra solta na estrada.”

Ajamila, o mais jovem dos discípulos, guardou fielmente os ensinamentos, profundos e filosóficos, ensinados pelo mestre.

E um dia, quando voltara de um monte onde fora buscar lenha, encontrou um homem que conduzia um elefante furioso.

O homem, que percebeu que não estava conseguindo dominar o animal, começou a gritar:

– Hei! Você, saia do caminho, o elefante está furioso!!

Em vez de fugir, o discípulo lembrou dos ensinamentos de seu mestre e pensou:

“Deus está naquele elefante.

Logo, não poderá me fazer mal, afinal, Deus não faz mal a ninguém.” Então não se afastou. O elefante então atacou o imprudente e deixou-o atirado ao solo, ferido e sem sentidos.

Dois lenhadores que passavam por ali levaram o jovem até onde vivia o sábio. Quando recuperou os sentidos, Ajamila contou ao sábio o ocorrido e o motivo pelo qual ele não se afastou do elefante.

– Meu filho – explicou o sábio – é verdade que Deus está em todas as coisas, inclusive num elefante furioso.

Mas se estava manifestado no elefante, não deixava de estar igualmente em seu condutor. Por que não prestastes atenção nos conselhos cautelosos do homem, então?

Fonte:
http://contosencantar.blogspot.com.br/2012/01/o-elefante-furioso.html

Deixe um comentário

Arquivado em Índia, Folclore

Conto Indiano (O Mestre, o Aluno e o Elefante)


Em um famoso ashram, lugar onde os mestres ensinavam seus alunos, um discípulo muito curioso e atrapalhado perguntou ao professor:

Onde Deus mora?

O mestre respirou fundo e respondeu: — Tudo o que existe é Deus.

O aluno terminou de ouvir os ensinamentos do professor, levantou-se do chão, abriu a porta da sala e foi-se embora. No caminho para casa, ele foi pensando na frase: “Tudo o que existe é Deus“.

Com a frase ainda ricocheteando em seu cérebro, o aluno viu ao longe um elefante que se aproximava em alta velocidade e começou a falar: — Bom, se o mestre tem razão, eu sou Deus, o elefante também é Deus, portanto não posso temer a mim mesmo.

Ele então decidiu que não sairia da trajetória do elefante. O condutor do animal, vendo o aluno parado como um poste no meio do caminho, começou a gritar:

— Saia daí! Você vai ser atropelado. Saia!

O jovem aluno, de olhos arregalados, vendo aquele animal de algumas toneladas se aproximando cada vez mais, repetia baixinho:

Eu sou Deus, ele é Deus, nada vai me acontecer…”

O condutor ainda gritou o mais alto que pôde, mas não adiantou. O elefante pegou o aluno com a tromba e o jogou para longe. Já em casa, recuperando-se das várias fraturas provocadas pelo acidente com o elefante, o aluno recebeu a visita do seu mestre. —
Mestre, ainda bem que veio. Isso tudo aconteceu por sua causa. Não me disse que Deus está em tudo o que existe?

Sim, isso é verdade — respondeu o mestre.

Então, se eu sou Deus e o elefante era Deus, por que Deus fez isso consigo mesmo? — perguntou o aluno.

O mestre se aproximou da cama do aluno e respondeu: — Sim, você é Deus, o elefante era Deus e o condutor que estava em cima dele também era Deus. Por que você não obedeceu a Deus, que gritou tantas vezes para você sair da frente do elefante?

Fonte:
ILAM, Brenman. As 14 Pérolas da Índia. SP: Brinque-Book, 2008.

Deixe um comentário

Arquivado em Índia, Conto