Arquivo da categoria: Orientações

Orientação para Participação em Concurso de Trovas

1 – Não envie a mesma trova para mais de um concurso.

2 – Nos envelopes (de mais ou menos 7 x 11 cm), não datilografe/digite nada além da trova, a não ser o tema (quando o concurso exigir – e a maioria o faz).

3 – Não datilografe/digite a trova toda em maiúsculas.

4 – Não utilize envelopinhos transparentes, nem de outra cor que não seja a branca.

5 – Os concursos apoiados por Seções ou Delegacias da UBT devem seguir a tradição do “sistema de envelopes”, que consiste em datilografar-se a trova na face externa de envelopinhos, com a identificação, endereço e assinatura do concorrente colocados em seu interior. No envelope que conterá o/s envelopinho/s colocar como remetente: “LUIZ OTÁVIO” e o endereço do concurso como na face da frente, ou o nome do concurso com o respectivo endereço. Nunca colocar qualquer identificação pessoal do lado externo do envelope.

6 – Ao receber comunicado de classificação e convite para as festividades de um concurso, não deixe de responder, ainda que sem possibilidade de comparecimento, para que os coordenadores tomem as providências necessárias.

7 – Os concursos geralmente possuem âmbito municipal, âmbito estadual, âmbito nacional e/ou âmbito internacional. O trovador só poderá participar de um deles, aquele determinado pelo seu domicílio. Caso haja trovas líricas/ filosóficas e humoristicas, é facultativo ao trovador participar de um deles ou ambos.

8 – Alguns concursos não permitem o uso de derivados ou palavras cognatas. Outros, exigem que a palavra Tema conste da trova.

9 – Observar o número máximo de trovas que pode ser enviado ao concurso.

10 – A Comissão de seleção das trovas do concurso elimina apenas as trovas com erros, fora do tema, sem sentido, etc., não importando a qualidade.

Fontes:
– Izo Goldman
– UBT Porto Alegre
– Imagem = http://woc.uc.pt

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Orientações, Trovas