Arquivo da categoria: Passo Fundo

15ª Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo (28 a 31 de Agosto)

 Passo Fundo se prepara para a 15ª edição da movimentação cultural, marcada para acontecer de 27 a 31 de agosto. Lançamento da programação ocorreu nesta quarta-feira (16/01)
Entre os dias 27 e 31 de agosto, leitores, escritores, intelectuais e artistas têm um encontro marcado em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, para saborear o melhor do mundo literário e conferir por que a cidade recebeu o título de Capital Nacional da Literatura:
 A Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo que chega à sua 15ª edição, nesse ano, debatendo o tema Leituras Jovens do Mundo.
Para as discussões foram convidados autores internacionais como o diretor do Departamento de Psicologia Evolutiva da Universidade de Barcelona, Cesar Coll, e o romancista mexicano Alejandro Reyes.
Entre os brasileiros, destacam-se Nélida Piñon, Walcyr Carrasco, Jairo Bouer, Laura Müller, André Vianco, Raphael Draccon.
A Jornada, uma realização da Universidade de Passo Fundo (UPF) e Prefeitura Municipal de Passo Fundo, foi apresentada a representantes da imprensa nesta quarta-feira, dia 16/01, no Shopping Zaffari Bourbon, em Passo Fundo.
O tema explora o potencial, as preferências e a diversidade de interesses e comportamentos necessários ao entendimento dos jovens e a imprescindível sintonia com esse público. “Os jovens de hoje são os sujeitos do presente e do futuro e é deles o destino das grandes ideias e das grandes obras. São eles os ‘caras’ que levam consigo a promessa do amanhã, mesmo que nem eles tenham muita consciência disso”, explica a coordenadora geral da Jornada, professora Tania Rösing.
 Agradecendo a parceria da imprensa, empresários e diferentes instituições nesses 32 anos de Jornadas, Tania Rösing apresentou a programação dos cinco dias, que inclui eventos paralelos e já tradicionais, como
a 7ª Jornadinha Nacional de Literatura, destinada a estudantes do ensino fundamental;
o 12º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, que ocorre anualmente, alternando cidades da Europa e Passo Fundo em anos de Jornadas Literárias;
o 4º Encontro Estadual de Escritores Gaúchos: a criação literária em debate;
o 3º Seminário Internacional de Contadores de Histórias;
o 2º Simpósio Internacional de Literatura Infantil e Juvenil e
a segunda edição da JorNight, destinada especialmente aos jovens.
As maiores novidades de 2013 ficam por conta do Encontro Internacional de Bibliotecários e Mediadores de Leitura e da Jornada UPF, que vai reunir universitários da instituição.
 Além disso, a programação tem sessões de autógrafos, conversas paralelas, oficinas, espetáculos e exposições e um show nacional especial, que segundo a coordenadora das Jornadas é com uma banda de renome e será aberto à comunidade.
Além de ser realizada de terça-feira ao sábado a partir deste ano, outra novidade é a possibilidade de participação dos alunos de ensino médio nos debates da tarde da Jornada. “No palco de debates teremos temas pertinentes aos jovens, ou seja, eles passam a participar da programação da Jornada e não mais da Jornadinha”, justificou.
No palco de debates e nas grandes conferências, os convidados vão interagir com o público em debates sobre subtemas como Corpo, sexualidade e afeto, O jovem da ficção à telenovela, Trabalho, autonomia e consumo, Convergência das mídias, Faces na rede, Narrativas transmidiais e A leitura das ruas. Conforme a professora Tania, neste ano, Ignácio de Loyola Brandão e Luciana Savaget terão outra companhia na coordenação dos debates. “Sentimos a grande ausência de Alcione Araújo, que por anos enriqueceu a Jornada e nos enriqueceu com seu talento”, afirmou a coordenadora, sobre a morte do escritor e teatrólogo.
 As Jornadas Literárias são realizadas a cada dois anos e atraem milhares de interessados do mundo das letras. Em mais de três décadas, firmaram-se entre os mais importantes eventos do País de incentivo à leitura e à escrita, reunindo nomes consagrados e aproximando autores, artistas e intelectuais de todo o mundo com leitores. “Teremos neste ano uma Jornada como sempre foi, debatendo um tema importante, trazendo nomes de referência internacional para uma programação construída por mais de um ano com muita seriedade”, argumentou Tania, lembrando que as Jornadas são precursoras de muitas festas literárias e premiações nacionais de literatura. A coordenadora salientou, ainda, que a Jornada já conta com a Lei do Mecenato aprovada, e que novamente contará com parcerias inteligentes junto aos empresários para a viabilização da movimentação cultural.
Fortalecimento da cultura
 Presente na apresentação do evento, o secretário de Desporto e Cultura de Passo Fundo José Ernani de Moraes ressaltou que as Jornadas têm sido fundamentais para o fortalecimento da cultura regional. “Para sonhar é preciso inspiração e criatividade. Isso somente é possível por meio do contato com as diferentes manifestações artísticas”, pontuou. O Secretário Municipal de Educação e professor da UPF Edemilson Brandão afirmou ser um entusiasta da movimentação. “Apostamos e acreditamos que esse processo gerado a partir das Jornadas trará um ciclo cada vez mais benéfico para a sociedade”, considerou. O evento contou ainda com a presença de professores e colaboradores da UPF, do diretor regional do Grupo Zaffari, João Marcelino Zaffari, e demais convidados. O Grupo de Chorinho da UPF abrilhantou o momento, que teve também a apresentação da música-tema da Jornada “Leituras”, de Paulo Becker e Humberto Gessinger.
Confira a programação:
7a Jornadinha Nacional de Literatura de Passo Fundo
É com grande satisfação que anunciamos a 7ª Jornadinha Nacional de Literatura que neste ano abrangerá 14 mil alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, durante quatro dias de programação. A Jornadinha ocorre entre os dias 28 e 31 de agosto, na estrutura de lonas localizadas junto ao Portal das Linguagens, no Campus I da Universidade de Passo Fundo (UPF). A programação oferece aos leitores a oportunidade de interagir com os autores e conhecer mais sobre suas obras, por meio de paineis, conversas, contação de histórias, feira de livros, sessões de autógrafos e espetáculos teatrais e musicais. As atividades são divididas de acordo com os anos escolares. Nos dias 28 e 29, a programação é destinada a alunos do 1º ao 5º ano; e nos dias 30 e 31 aos alunos do 6º ao 9º ano. Já os alunos de Ensino Médio serão contemplados na programação da 15ª Jornada.
A Pré Jornadinha constitui-se na leitura de uma ou mais obras dos autores que estarão presentes na 7ª Jornadinha Nacional de Literatura, e é o momento em que os alunos, com a mediação dos professores, serão incentivados a conhecer previamente os autores e suas respectivas obras, bem como desenvolver discussões sobre o tema “Leituras jovens do mundo”.
12o Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural
 O tema deste ano do seminário é Leitura, Arte e Patrimônio redesenhando redes. O evento será realizado entre os dias 28 e 31 de agosto, no Auditório da Faculdade de Odontologia (prédio A7), Campus I da UPF. Além de um painel com diversos estudiosos do assunto, estão confirmadas conferências com pesquisadores como Clémence Joüet-Pastre (Universidade de Harvard), Giovanna Zaganelli (Universidade de Perúgia), José Antonio Cordón García (Universidade de Salamanca), entre outros.
4º Encontro Estadual de Escritores Gaúchos
 A criação literária gaúcha estará novamente em pauta durante a 15ª Jornada, no auditório do Centro de Educação e Tecnologia (prédio B3), Campus I da UPF.
Em sua quarta edição, o encontro terá as presenças de nomes como Sergius Gonzaga, Nei Duclós e Demétrio Xavier.
Os debates serão feitos sobre os temas Literatura e outras linguagens: relações, problemas, possibilidades (dia 28/08); O mundo lá fora: a presença do exterior na literatura recente, escritores gaúchos no exterior (dia 29/08); e Poesia atual: a produção contemporânea e as relações com os poetas do passado (dia 30/08). O último dia (31/08) vai debater Ensino: o lugar da literatura gaúcha na escola e na universidade.
3º Seminário Internacional de Contadores de Histórias
 Os debates do 3º Seminário Internacional de Contadores de Histórias ocorrerão entre os dias 28 e 31 de agosto, no auditório da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (Feac) prédio B6, Campus I da UPF.
Estarão em debate temas como A sessão de histórias para o público jovem, Linguagens e recursos que funcionam com o público jovem eInterações possíveis e impossíveis com o público jovem. Entre os destaques da programação, um bate-papo e sessão de histórias com todos os autores convidados, entre os quais, diversos estrangeiros.
 2º Simpósio Internacional de Literatura Infantil e Juvenil
 De 28 a 31 de agosto, ocorre a segunda edição do Simpósio Internacional de Literatura Infantil e Juvenil, no auditório da Biblioteca Central, prédio C1, no Campus I da UPF. Leituras jovens e mercado: demandas e tendências é o tema dos debates, que contarão com a presença de escritores, ilustradores, educadores e editores.
JorNight
 Novidade em 2011, a JorNight reuniu mais de 1,5 mil jovens com idades entre 15 e 25 anos. Em 2013, a agitação fica por conta de shows musicais e a presença de autores como Laura Müller, Raphael Draccon, André Vianco, Bruna Beber e Sérgio Vaz.
Encontro Internacional de Bibliotecários e Mediadores de Leitura
 Um dos eventos inéditos, que a partir deste ano integra a programação das Jornadas Literárias, é o Encontro Internacional de Bibliotecários e Mediadores de Leitura: Biblioteca Inovação e Comunidade. A programação será desenvolvida entre os dias 29 e 31 de agosto, das 8h30min às 11h30min, no auditório do Instituto de Ciências Exatas e Geociências (Iceg), prédio B5, no Campus I da UPF.
Jornada UPF
 Outro evento novo é a Jornada UPF, que tem como objetivo oferecer aos universitários da UPF momentos de reflexão sobre temas de seu interesse, como Meio ambiente e sustentabilidade, Leitura das ruas eCorpo, sexualidade e afeto. A programação acontece entre os dias 28 e 30 de agosto.Os convidados que já confirmaram presença são Sérgio Vaz, Tarso Araujo, Jairo Bouer e Humberto Gessinger.
8o Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura
 Uma das mais prestigiadas premiações da cena literária brasileira, o Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura, está com inscrições abertas para romances de língua portuguesa publicados entre junho de 2011 e 31 de maio de 2013. O vencedor do prêmio de R$ 150 mil será anunciado na abertura da 15ª Jornada Nacional de Literatura.
13o Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães
  Contistas podem submeter seus trabalhos para o Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães entre os dias 31 de janeiro e 1 de junho de 2013. Os vencedores também serão conhecidos na abertura da Jornada, no dia 27 de agosto. O primeiro colocado, além do prêmio em dinheiro, receberá uma viagem de 10 dias de estudos na Universidade de Santiago de Compostela, Espanha.
Inscrições e informações
 As inscrições serão realizadas somente pela internet a partir de abril até o preenchimento das vagas, no site http://www.jornadasliterarias.upf.br. Os interessados poderão optar por diferentes modalidades e valores.
 A programação completa e outras informações podem ser obtidas no site http://www.jornadasliterarias.upf.br, pelo e-mail jornada@upf.br ou telefone (54) 3316-8368.
Fonte:
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias Em Tempo, Passo Fundo, Rio Grande do Sul

Paulo Monteiro (Poesias)

Rubay

Neste mundo de coisas abjetas,
onde falam por Deus falsos profetas,
da mesma forma que nos tempos bíblicos,
Deus fala pela boca dos poetas.
–––––––––––––––––––-

Soneto Branco

Quando te escuto ou vejo me parece
conhecer-te, querida, há tanto tempo
que até nos vejo lentos, de mãos dadas,
passeando nos vergéis do Antigo Egito.

Depois eu te contemplo inda mais bela
colhendo as uvas mansas de Salém
e me imagino o próprio Salomão
para ofertar-te um reino em minha lira!

Mas se não sou nem rei, nem sou poeta,
se não posso ofertar-te o que mereces,
deixa ao menos que eu viva o meu exílio.

Deixa fugir de ti, curvado ao peso
deste amor que me torna inda menor,
com medo de perder-me nos teus braços.
–––––––––––––––––––––

Receita de Pai

Um dia me levavas pelas mãos e eu te pedia:
– Pai, pára! que eu não agüento mais!”
Outro dia, em que minhas mãos te conduziam,
Exclamaste:
– “Pára, meu filho, que estou cansado!”
Cansar, meu pai, sempre cansaste,
Mas agüentas todos os pesos,
Suportas todas as caminhadas…
De ti, quando nos separarmos deste mundo,
Guardarei as lições que me deixares,
Lições que espero legar às minhas filhas.
Não me pedes. Ordenas.
Ordens duras, às vezes.
Ordens que me fazem afastar-me cabisbaixo.
E chorar baixinho.
Nem sempre consigo entender-te.
És tão duro contigo.
E é mais duro para entender-te,
Pois o bugre que guardamos em nossos peitos
Luta constantemente com nós mesmos.
——-

Deixe um comentário

Arquivado em Passo Fundo, Poesias, Rio Grande do Sul

Paulo Monteiro (1954)

Paulo Monteiro, cujo nome civil é Paulo Domingos da Silva Monteiro, nasceu em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, no dia 26 de setembro de 1954. Começou a publicar seus trabalhos Iiterários aos 13 anos, quando iniciava o curso ginasial. E não parou mais. Em 1971, foi um dos fundadores do Grupo Literário “Nova Geração”, que contribuiu para a renovação cultural durante os aproximadamente 10 anos de atividades.

Em princípios de 1980, dentro do movimento conhecido como Geração do Mimeógrafo, publicou o boletim literário Quero-Quero, com uma tiragem mensal de 500 exemplares, que era distribuído para escritores do todo o país.

Desde 1974 pratica o jornalismo literário, escrevendo artigos sobre escritores de todos os tempos e gêneros, além de estudos e ensaios sobre história e cultura.

Seu livro Combates da Revolução Federalista em Passo Fundo, lançado em 2006, foi o mais vendido na XX Feira do Livro de Passo Fundo, quando, pela primeira vez, um escritor local superou os best-sellers.

Ao lado de suas atividades como ativista cultural, manteve intensa atuação comunitária, especialmente junto às associações de moradores de bairros.

Foi um dos fundadores da União das Associações de Moradores de Passo Fundo – UAMPAF -, da qual fol secretário geral e, por dois mandatos, presidente.

Presidiu o Conselho Fiscal da Federação Rio-Grandense das Associações Comunitárias e de Amigos de Bairros — FRACAB -, sediada em Porto Alegre, e integrou o Conselho Deliberativo da Confederação Nacional das Associações do Moradores – CONAM -, de Brasília.

Em 2001, foi um dos coordenadores da Semana das Letras Passo-Fundenses, promovida pela Academia Passo-Fundense de Letras, da qual é o atual vice-presidente, contando com a colaboração da Secretaria Municipal de Educação e da 7ª Coordenadoria Regional de Educação.

Paulo Monteiro foi eleito para as seguintes instituições culturais:
International Academy Of Leters Of England (Londres),
Academia de Trovas do Rio Grande do Norte (Natal),
Instituto Histórico e Geográfico de Uruguaiana (RS),
Academia de Letras de Uruguaiana (RS),
Ordem Brasileira dos Poetas da Literatura de Cordel (Salvador),
Academia Anapolina do Filosofia, Ciências e Letras (Anápolis),
Clube dos Trovadores Capixabas (Vila Velha),
Clube Internacional do Boa Leitura (Uruguaiana),
Clube de Poesia de Uruguaiana (RS),
Academia Internacional de Letras “3 Fronteiras” (Uruguaiana),
Federação Brasileira das Entidades Trovistas (Rio de Janeiro),
Academia Petropolitana de Letras (Petrópolis),
Academia Literária Gaúcha (Porto Alegre),
Academia Sorocabana de Letras (Sorocaba, São Paulo) e
Academia Passo-Fundense de Letras (Passo Fundo), da qual foi eleito presidente em 15 de dezembro de 2007..

Paulo Monteiro pertenceu, ainda, às seguintes entidades:
Grupo Literário “Nova Geração” (Passo Fundo),
Grêmio Literário Castro Alves (Porto Alegre),
Associação Gaúcha de Escritores (Porte Alegre) e
União Brasileira de Trovadores (Rio de Janeiro).

Casado com Maria Nelci Machado Monteiro, é pai do cinco filhas. Profissionalmente, exerce as atividades de funcionário público estadual e jornalista.

Fonte:
http://www.usinadeletras.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Biografia, Passo Fundo, Rio Grande do Sul