Arquivo da categoria: Pensamentos

Pedro Ornellas (As Artes do Pedro III)


TROVAS

Quando, à noite, em quantidade,
voltam lembranças de outrora,
eu posso ouvir a saudade
batendo palmas lá fora!

Por natureza, enganosa;
meiga e boa, quando quer…
Fogo e gelo, espinho e rosa;
anjo e demônio: mulher!

Na vida, imensa coxilha,
zombando do meu fracasso,
felicidade é novilha
mais ligeira que o meu laço!

Tive a noção do fracasso
quando o tempo, em desvario,
encheu de ausências o espaço
que o sonho deixou vazio!

Falham medidas extremas,
mesmo calando o argumento;
porque ninguém põe algemas
nos pulsos do pensamento!

“Vá lá ver se chove ou não”
E o filho (também deitado):
“Ir lá, prá que? Chame o cão,
e vê se ele tá molhado!”

Matuto explica o defeito
da TV que teve um ‘curto’:
– Ela proseia dereito,
mas não aparece o vurto”

Chegou tarde, a vista torta
do boteco, o Zé Morais…
viu DUAS SOGRAS na porta
– e não bebeu nunca mais!

* * * * * * * * * * *

PENSAMENTO

“Conheço o verdadeiro amigo pelo número de vezes que me diz: Cuidado!”

PROVÉRBIO
Pedreiro sem prumo, parede sem rumo.

HAICAI

Arroz cacheando
chuveirada repentina
sorrisos molhados.

S O N E T O

Lição

Tantas lições ela ensinou-me enfim
que perco a conta! E no entretanto, aquela
tão grande efeito teve sobre mim
que me enterneço quando penso nela!

Era pequeno, e olhando da janela
tive a noção real do amor sem fim
ante a beleza da visão singela:
Mamãe plantando flores no jardim.

Já não a tenho… mas evoco ainda
para conter-me, aquela imagem linda
que um pensamento ou gesto rude amansa.

E volta a cena, nítida, real,
que poderia ser talvez banal
não fosse aquele o dia da mudança!

Fonte:
Pedro Ornellas
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em haicais, Pensamentos, provérbio, Soneto., Trovas

Mensagem (Walt Disney)

“E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar…
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.
Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde.
Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir.
Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de”amigo”.
Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, “o amor é uma filosofia de vida”.
Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente.
Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, decidi trocar tantas coisas…
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.
E desde aquele dia já não durmo para descansar… simplesmente durmo para sonhar.”
(Walter Elias Disney 1901-1966)

Fonte:
http://www.pensador.info/autor/Walt_Disney/

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos