Arquivo da categoria: Premio Jabuti

Câmara Brasileira do Livro ( Finalistas do 54ª Prêmio Jabuti) – Parte 2, final

13. Didático e Paradidático
1º – Mundo leitor – linhas da vida – Áureo Gomes Monteiro Junior, Celia Cunico, Marcia Porto, Rogerio Coelho – Ahom Educação
2º – Bullying e cyberbullying – O que fazemos com o que fazem conosco? – Maria Tereza Maldonado – Editora Moderna
3º – Atlas Histórico – Geral & Brasil – Cláudio Vicentino – Editora Ática
4º – Dinos do Brasil – Luiz E. Anelli – Editora Peirópolis
5º – Canteiro – Músicas para brincar – Margareth Darezzo – Editora Ática
6º – Descobrindo a arte – Marília Oliveira da Silva Kleine Albers; Lúcia Adriana Baleche Cruz; Consuelo Alcioni Borba Duarte Schlichta; Mauren Teuber – IBPEX
6º – Desenrolando a língua: origens e histórias da língua portuguesa falada no Brasil – Anna Ly – Autêntica Editora
7º – Áreas do Conhecimento – Elisiani Vitória Tiepolo [et al.] – Aymará Edições
8º – Ilustração Botânica: princípios e métodos – Diana Carneiro – Editora UFPR
9º – Colação Arte na Idade Antiga – Roma/Egito/Grécia – Edna Ande e Sueli Lemos – Callis Editora
10º – Competências do século 21 – Franco Iacomini Júnior, Marina Vidigal, Maria Celeste Corrêa – Aymará Edições
14. Direito
1º – Direito da criança e do adolescente em fase da TV – Denise Aires – Editora Saraiva
2º – O Estado e o direito depois da crise – Série Direito em Debate – DDJ – José Eduardo Faria – Editora Saraiva
3º – Direito das famílias – Adriana Caldas do Rego Freitas Dabus Maluf – Editora Elsevier
4º – A Cegueira da Justiça – Diálogo Iconográfico entre Arte e Direito – Marcílio Toscano Franca Filho – Editora Safe
4º – Nazismo, cinema e direito – Gabriel Lacerda – Editora Elsevier
4º – Estado de direito e o desafio do desenvolvimento – Série Produção Científica – DDJ – Dimitri Dimoulis e Oscar Vilhena Vieira – Editora Saraiva
5º – O direito no divã – Ética da emoção – Jacob Pinheiro Goldberg – Editora Saraiva
6º – Crime Organizado – Coords. Ana Flávia Messa e José Reinaldo Guimarães – Editora Saraiva
6º – Mediação no judiciário: teoria na prática, prática na teoria – (orgs) Claúdia Frankel Groshan e Helena Gurfinkel Mandelbaum – Primavera Editorial
7º – Direito Internacional Penal – Imunidades e Anistias – Cláudia Perrone-Moisés – Editora Manole
8º – Tutela e privacidade na internet – Marcel Leonardi – Editora Saraiva
9º – Metodologia da pesquisa em direito e a filosofia – Coord. Rodolfo Pamplona Filho e Nelson Cerqueira – Editora Saraiva
9º – Direito e interpretação – Racionalidades e instituições – Série Direito em Debate – DDJ – Ronaldo Porto Macedo e Catarina Helena Cortada Barbieri – Editora Saraiva
10º – Série GVLaw – Direito e Economia – 30 anos de Brasil – Agenda Contemporânea tomo 1 – Maria Lúcia L. M. Padua Lima – Editora Saraiva
15. Economia, Administração e Negócios
1º – A gestão da Amazônia: Ações Empresariais, Políticas Públicas, Estudos e Propostas – Jacques Marcovitch – EDUSP
2º – Aprendizagem organizacional no Brasil – Claudia Simone Antonello e Arilda Schmidt Godoy – Artmed
3º – Novos Dilemas da Política Econômica – Edmar Bacha e Monica de Bolle – Grupo Gen
4º – Empresas proativas – Leonardo Araújo e Rogério Gava – Editora Elsevier
5º – Brasil: A nova agenda social – Edmar Bacha e Simon Schwartzman – Grupo Gen
6º – A nova classe Média – Marcelo Neri – Editora Saraiva
7º – Mesoeconomia: lições de contabilidade social: a mensuração do esforço produtivo da sociedade – Duilio de Avila Bêrni e Vladimir Lautert – Artmed
8º – Negociações econômicas internacionais – Luis Fernando Ayerbe e Neusa Maria Pereira Bojikian – Editora UNESP
9º – Taxa de câmbio no Brasil – (Orgs.) Márcio Holland e Yoshiaki Nakano – Editora Elsevier
10º – Tomada de decisão nas organizações – Abraham Sin Oih Yu (org.) – Editora Saraiva
10º – Crash – uma breve história da economia – Da Grécia Antiga ao Século XXI – Alexandre Versignassi – Editora Leya
16. Educação
1º – Alfabetização no Brasil: uma história de sua história – Maria do Rosário Longo Mortatti – Editora Cultura acadêmica oficina universitária
2º – Avaliação da aprendizagem – componente do ato pedagógico – Cipriano Carlos Luckesi – Cortez Editora
3º – Pedagogias em educação musical – Beatriz Senoi Ilari e Teresa da Assunção Novo Mateiro – Editora IBPEX
4º – Educação à Distância: o estado da arte, volume 2 – Fredric M. Litto e Marcos Formiga (org.) – Editora Pearson Education
5º – Educação infantil: Enfoques em diálogo – Eloisa A. C. Rocha / Sonia Kramer (orgs) – Editora Papirus
6º – Libras – Maria Cristina da Cunha Pereira, Daniel Choi, Maria Inês Vieira, Priscilla Gaspar e Ricardo Nakasato – Editora Pearson Education
7º – A imagem nos livros infantis: caminhos para ler o texto visual – Graça Ramos – Editora Autêntica
8º – Amor e Violência: um paradoxo das relações de namoro e do ‘ficar’ entre jovens brasileiros – Maria Cecília de Souza Minayo, Simone Gonçalves de Assis e Kathie Njaine (orgs.) – Editora Fiocruz
9º – Filosofia mínima: Ler, escrever, ensinar, aprender – Luís Augusto Fischer – Editora Arquipélago
10º – Neurociência e educação: como o cérebro aprende – Ramon M. Cosenza e Leonor B. Guerra – Editora Artmed
17. Fotografia
1º – Os Chicos – Fotografia – Leo Drumond – Nitro Editorial
2º – A Riqueza de Um Vale – Ricardo Martins – Editora Kongo/FM Editorial
3º – Amazônia – Araquém Alcântara – Editora Terra Brasil
4º – Brasil Arte Vida – Rosa de Luca – Editora Alles Trade
5º – Guilherme Gaensly – Henrique Siqueira – Cosac & Naify
6º – Festa de santo – [curadoria] Inês Zaragoza ; fotógrafos André Andrade, José Bassit, Rogério Assis – Editora DBA
7º – O Fotógrafo Cláudio Dubeux – Bruno Dornelas Câmara, George Cabral, José Luiz Mota Menezes, Maria Cristina Cavalcanti de Albuquerque, Reinaldo Carneiro Leão – Companhia Editora de Pernambuco
8º – Cuiabá: imagens da cidade: dos primeiros registros à decada de 1960 – Maria Auxiliadora de Freitas – Editora Entrelinhas
9º – Vale do São Francisco: O Caminho do Sertão – Fernando Mazza – Editora Via das artes
10º – Brasil Natural – Valdemir Cunha – Editora Origem
18. Gastronomia
1º – Histórias, lendas e curiosidades da gastronomia – Roberta Malta Saldanha – Editora SENAC Rio
2º – O Ganso Marisco e Outros Papos de Cozinha – Breno Lerner – Editora Melhoramentos
3º – Dicionário do vinho – Maurício Tagliari e Rogério de Campos – Companhia Editora Nacional
4º – Sabor do Brasil – Alice Granato e Sergio Pagano – GMT Editores
5º – Ambiências: histórias e receitas do Brasil – Mara Salles – Editora DBA
6º – Ponto Chic – Angelo Iacocca – Editora SENAC
7º – Comer e beber como Deus manda – Sergio de Paula Santos – Editora SENAC
8º – Receber com charme – Renata Rangel e Cláudia Pixu – Editora Globo
9º – Cozinha judaica da Maria – Viviane Lessa e Léo Steinbruch – Editora Alaúde
10º – Doces húngaros – Dorothea Hidas Piratininga – Editora DBA
19. Infantil
1º – Mil e uma estrelas – Marilda Castanha – Edições SM
2º – Benjamin: Poemas com desenhos e músicas – Thais Beltrame – Editora Melhoramentos
3º – Alice no telhado – Nelson Cruz – Edições SM
4º – O Capetinha do Espaço ou O Menino de Mercúrio – Ziraldo Alves Pinto – Editora Melhoramentos
5º – Pastinha O menino que virou Mestre de Capoeira – José de Jesus Barreto – Solisluna Editora
5º – Votupira o vento doido da esquina – Fabrício Carpinejar – Edições SM
6º – O elefante escravo do coelho – Sonia Junqueira; criação, desenho e projeto dos bonecos giramundo – Editora Autêntica
7º – O herói imóvel – Rui Oliveira – Editora Rovelle
8º – O menino que perguntava – Ignácio Loyola Brandão – Editora Objetiva
9º – Contradança – Roger Mello – Companhia das letras
10º – Onde Eles Estão? – Fernando Vilela – Brinquebook editora
20. Juvenil
1º – A mocinha do Mercado Central – Stella Maris Rezende – Editora Globo
2º – Nem eu nem outro – Suzana Montoro – Edições SM
3º – As memórias de Eugênia – Marcos Bagno – Editora Positivo
4º – Ponte ponteio – Leny Werneck – Editora Record
5º – Estação Brasil – Domingos Pellegrini – Editora FTD
6º – A Filha das Sombras – Caio Riter – Edelbra
7º – A guardiã dos segredos de família – Stella Maris Rezende – Edições SM
7º – Um quilombo no Leblon – Luciana Sandroni – Pallas Editora
8º – Anjo de rua – Manoel Constantino – Companhia Editora de Pernambuco
9º – Eu, Sumé – Marco Moretti – Editora Novo século
10º – A menina que não queria ser top model – Lia Zatz – Editora Biruta
21. Poesia
1º – Alumbramentos – Maria Lúcia Dal Farra – Editora Iluminuras
2º – Vesuvio – Zulmira Ribeiro Tavares – Companhia das letras
3º – A Viagem – Walmir Ayala – Editora Bem-te-vi
4º – Roça Barroca – Josely Vianna Baptista – Cosac & Naify
5º – Curare – Ricardo Corona – Editora Iluminuras
6º – Junco – Nuno Ramos – Editora Iluminuras
7º – A fera incompletude – Fabrício Marques – Dobra Editorial
8º – Trans – Age De Carvalho – Cosac & Naify
9º – laetitia,sp – Gabriel Pedrosa – Editora Ateliê
10º – Sísifo desce a montanha – Affonso Romano de Sant’Anna – Editora Rocco
22. Psicologia e Psicanálise
1º – O novo inconsciente: como a terapia cognitiva e as neurociências revolucionaram o modelo do processamento mental – Marco Montarroyos Callegaro – Artmed
2º – Estrutura e constituição ? uma arqueologia das práticas de cura, psicoterapia e tratamento – Christian Ingo Lenz Dunker – Annablume Editora
3º – Transformações humanas: Encontros, Amor Ágape e Resiliência – Aparecida Magali de Souza Alvarez – EDUSP
4º – Psicologia social: principais temas e vertentes – Cláudio Vaz Torres e Elaine Rabelo Neiva – Artmed
5º – Entre o Hospício e a Cidade – Dilemas no Campo da Saúde Mental – Ianni Regia Scarcelli – Editora Zagodoni
6º – De mãe em flha. A transmissão da feminilidade – Mariana Ribeiro – Editora Escuta
7º – Tempo e Felicidade – Marília Pereira Bueno Millan – Casa do psicólogo
8º – Intercâmbio das Psicoterapias – Roberta Payá – Grupo Gen
9º – Sobre Neurônios, Cérebros e Pessoas – Roberto Lent – Editora Atheneu
10º – O mal-estar civilização: as obrigações do desejo na era da globalização – Nina Saroldi – Editora Civilização brasileira
23. Reportagem
1º – Os últimos soldados da Guerra Fria – Fernando Morais – Companhia das letras
2º – Saga brasileira: a longa luta de um povo por sua moeda – Miriam Leitão – Editora Record
3º – O cofre do dr. Rui – Tom Cardoso – Editora Civilização brasileira
4º – Perda total – Ivan Sant’Anna – Editora Objetiva
5º – O espetáculo mais triste da Terra – Mauro Ventura – Companhia das letras
6º – O rio: Uma viagem pelo Amazonas – Leonencio Nossa – Editora Record
7º – Guerras e Tormentas – Diário de um correspondente Internacional – Rodrigo Lopes – Editora Besourobox
8º – Um escritor no fim do mundo: Viagem com Michel Houellebecq à Patagônia – Juremir Machado da Silva – Editora Record
9º – A privataria tucana – Amaury Ribeiro Jr. – Geração Editorial
10º – Entretanto, foi assim que aconteceu: Quando a notícia é só o começo de uma boa história – Christian Carvalho Cruz – Editora Arquipélago
24. Romance
1º – Mano, a noite está velha – Wilson Bueno – Editora Planeta
2º – Infâmia – Ana Maria Machado – Editora Objetiva
3º – Procura do romance – Julián Fuks – Editora Record
4º – O passeador – Luciana Hidalgo – Editora Rocco
5º – Habitante irreal – Paulo Scott – Editora Objetiva
6º – Nihonjin – Oscar Nakasato – Editora Saraiva
7º – Naqueles morros, depois da chuva – Edival Lourenço – Editora Hedra
8º – Tapete de silêncio – Menalton Braff – Editora Global
9º – O estranho no corredor – Chico Lopes – Editora 34
10º – Herança de Maria – Domingos Pellegrini – Editora Leya
25. Tecnologia e Informática
1º – Tecnologia do Pescado – Ciência, Tecnologia, Inovação e Legislação – Alex Augusto Gonçalves – Editora Atheneu
2º – Inteligencia Artificial: Uma abordagem de aprendizado de máquina – Andre Carlos Ponce – Grupo Gen
3º – Introdução à arquitetura e design de software – (Orgs.) Paulo Silveira, Guilherme Silveira, Sérgio Lopes, Guilherme Moreira, Nico Steppat, Fábio Kung – Editora Elsevier
4º – Sistemas colaborativos – (Orgs.) Mariano Pimentel e Hugo Fuks – Editora Elsevier
5º – Telecomunicações em Edifícios no Projeto de Arquitetura – Novos Requisitos, Espaços e Subsistemas – Fabio Montoro – Editora Pini
6º – Fundamentos de Sistemas Operacionais – Machado/ Maia – Grupo Gen
7º – Acessibilidade: guia prático para o projeto de adaptações e de novas edificações – Ana Lúcia Saad – Editora Pini
8º – Uma Viagem pelo mundo das Cores, O que os profissionais do mundo gráfico têm que conhecer ! – Andrea Celeste Maldonado Inostroza – Edição do autor
9º – Clicando com Segurança – Edison Fontes – Editora Brasport
26. Teoria/Crítica Literária
1º – Da estepe à caatinga: O Romance Russo no Brasil (1887-1936) – Bruno Barretto Gomide – EDUSP
2º – Critica Textualis in Caelum Revocata? Uma Proposta de Edição e Estudo da Tradição de Gregório de Matos e Guerra – Marcello Moreira – EDUSP
3º – A Espanha de João Cabral e Murilo Mendes – Ricardo Souza de Carvalho – Editora 34
4º – Cenas de um modernismo de província – Ivan Marques – Editora 34
5º – Literatura e Afrodescendência no Brasil: antologia crítica – Eduardo de Assis Duarte e Maria Nazareth Soares Fonseca – Editora UFMG
6º – Hermenêutica e crítica: O Pensamento e a Obra de Benedito Nunes – Jucimara Tarricone – EDUSP
7º – João Antônio, leitor de Lima Barreto – Clara Ávila Ornellas – EDUSP/FAPESP
8º – A Construção da Identidade Nacional nas Crônicas da Revista do Brasil – Maria Inês Batista Campos – Editora Olho D’Água
9º – Janelas Indiscretas: Ensaios de crítica biográfica – Eneida Maria de Souza – Editora UFMG
10º – Poemas e pedras: A Relação entre a Escultura e a Poesia Partindo de Rodin e Rilke – Rita Rios – EDUSP
27. Turismo e Hotelaria
1º – História do Turismo no Brasil entre os séculos XVI e XX – Paulo de Assunção – Editora Manole
2º – Destinos de Sonho – 101 Viagens Inesquecíveis – Elaine Ianicelli, Gabriela Aguerre e Rosana Zakabi – Editora Abril
3º – Lisboa em Pessoa – guia turístico e literário da capital portuguesa – João Correia Filho – Editora Leya
4º – Guia América do Sul – Uma viagem para brasileiros – Márcia Carmo – Editora DBA
5º – Como um rei na França – Amaury Temporal – Editora Record
6º – 50 Livrarias de Buenos Aires – Adriana Marcolini – Ateliê editorial
7º – Hold´Em Místico – LAPT Lima/Peru 2011 – Zaiden Geraige Neto – Editora Sete virtudes
28. Projeto Gráfico
1º – Linha do tempo do design gráfico no Brasil – Chico Homem De Melo E Elaine Ramos Coimbra – Cosac & Naify
2º – Bonita Maria Do Capitão – Germana Gonçalves De Araujo – Editora EDUNEB
3º – 40 microcontos experimentais – Airton Cattani – Editora Marca visual
4º – Áporo Itabirano: epistolografia à beira do acaso – Warrak Loureiro – Imprensa Oficial do estado
5º – Minas Gerais – Gringo Cardia – Editora UFMG
6º – Coleção Diversidade: Tesouros do Olhar – Produtor Gráfico Guili Seara Design – Editora Belo Belo
7º – Divina Comédia – Henrique P. Xavier – Editora Ateliê
8º – Coleção Primeira Infância – Eu na Escola – Déborah de Araujo Maia – Editora OPET
9º – Para seguir minha jornada: Chico Buarque – Victor Burton & Angelo Allevato Bottino – Nova Fronteira
10º – Aventuras de Alice no subterrâneo – Rafael Vianna – Editora Scipione
29. Tradução
1º – Odisseia – Trajano Vieira – Editora 34
2º – Madame Bovary – Mário Laranjeira – Companhia das letras
3º – Guerra e paz – Rubens Figueiredo – Cosac & Naify
4º – Heine hein? Poeta dos contrários – André Vallias – Editora Perspectiva
5º – Duplo Canto e Outros Poemas – Bruno Palma – Editora Ateliê
6º – Os sonâmbulos – Marcelo Backes – Editora Saraiva 
7º – Poesia completa de Yu Xuanji – Ricardo Primo Portugal e Tan Xiao – Editora UNESP
8º – O duplo – Paulo Bezerra – Editora 34
9º – Poemas – Regina Przybycien – Companhia das Letras
10º Ilusões Perdidas – Rosa Freire d’Aguiar – Companhia das Letras
Fonte:
Câmara Brasileira do Livro

Deixe um comentário

Arquivado em Premio Jabuti, Resultado Final

Câmara Brasileira do Livro ( Finalistas do 54ª Prêmio Jabuti) – Parte I

Em virtude de ser uma lista extensa, dividi em duas partes.
Já são conhecidos os finalistas do 54º Prêmio Jabuti. Em apuração aberta ao público nesta quinta-feira, 20, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) apresentou as notas atribuídas pelos jurados às dez melhores obras de cada uma das 29 categorias do prêmio. 
Esta foi apenas a primeira etapa do processo que irá apontar os melhores livros de 2011, e que culminará com a entrega dos prêmios de Livro do Ano Ficção e Livro do Ano Não Ficção, no dia 28 de novembro. 
A fase que se encerra foi resultado da análise de um total de 2.203 inscritos. Para chegar aos finalistas, três jurados especialistas em cada categoria atribuíram notas de 0 a 10 às dez melhores obras inscritas. Classificaram-se as que obtiveram as melhores médias. A avaliação teve como base os critérios estabelecidos para cada categoria no regulamento, disponível em: http://www.premiojabuti.com.br/content/regulamento.
Todos os resultados foram auditados pela Parker Randall. O curador do Prêmio Jabuti, José Luiz Goldfarb, e o Conselho de Curadores, formado por especialistas do setor editorial, ficaram responsáveis por checar se todas as obras classificadas cumpririam com os critérios estabelecidos pelo regulamento. Integram o Conselho de Curadores a escritora e membro da Academia Paulista de Letras Ana Maria Martins, o diretor científico da Fapesp, Carlos Brito, o vice-reitor de Extensão da Universidade Estácio de Sá, Deonísio da Silva, e o poeta Frederico Barbosa.
Na segunda fase do prêmio, os escolhidos serão submetidos a uma nova análise, cuja apuração está marcada para o dia 18 de outubro. Na ocasião, serão conhecidas as três melhores obras de cada categoria, que serão laureadas com o Jabuti. Além disso, os primeiros colocados receberão o prêmio em dinheiro de R$ 3,5 mil.
Os Livros do Ano, categorias Ficção e Não Ficção, serão escolhidos apenas entre os primeiros lugares das categorias. Além dos jurados, participam da escolha os associados das quatro entidades representativas do setor: CBL, SNEL, ANL e ABDL. 
Concorrem ao Livro do Ano Ficção os primeiros colocados nas categorias: “Romance”, “Contos e Crônicas”, “Poesia”, “Infantil” e “Juvenil”. 
Já para o Livro do Ano Não Ficção, participam as categorias: “Teoria/Crítica Literária”, “Reportagem”, “Ciências Exatas”, “Tecnologia e Informática”, “Economia, Administração e Negócios”, “Direito”, “Biografia”, “Ciências Naturais”, “Ciências da Saúde”, “Ciências Humanas”, “Didático e Paradidático”, “Educação”, “Psicologia e Psicanálise”, “Arquitetura e Urbanismo”, “Fotografia”, “Comunicação”, “Artes”, “Turismo e Hotelaria” e “Gastronomia”.
RELAÇÃO DOS FINALISTAS
1. Capa
1º – A anatomia de John Gray – Leonardo Iaccarino – Editora Record
2º – A máquina de fazer espanhóis – Lourenço Mutarelli – Cosac & Naify
3º – História do cabelo – Gabriela Castro – Cosac & Naify
4º – O circo do Dr. Lao – Retina78 – Leya
5º – Ratos – Laboratório Secreto – Editora Intrínseca
6º – Formação (bildung), educação e experimentação em Nietzsche – Marcos da Mata – Editora Eduel
7º – Dresden – Elmo Rosa – Editora Record
8º – Eu vi o mundo – Gabriela Castro – Cosac & Naify
9º – Primeiro Tempo – Marcelo Aflalo – Editora Magma cultural
10º – Bonita Maria do Capitão – Germana Gonçalves de Araujo – EdUNEB
2. Ilustração
1º – Bananas podres – Ferreira Gullar – Casa da palavra
2º – O ovo ou a galinha? – Gustavo Rosa – Editora Rideel
3º – Água sim – Andrés Sandoval – Companhia das letras
4º – Apolinário – O homem-dicionário – Daniel Bueno – Editora Original
5º – Disse me disse – Elma – Editora Paulinas
6º – Um dia de chuva – Guazzeli – Cosac & Naify
7º – Quando meu pai se encontrou com o ET fazia um dia quente – Lourenço Mutarelli – Companhia das letras
8º – Animais – Grupo Xiloceasa – Editora 34
9º – Poemas de pé quebrado – Maria Tania Carneiro Leão – Editora Carpe diem
10º – Diário de navegação – Pero Lopes e a expedição de Martim Afonso de Sousa (1530-1532) – Vallandro Keating – Editora Terceiro nome
3. Ilustração de Livro Infantil e Juvenil
1º – Mil e uma estrelas – Marilda Castanha – Editora SM
2º – A visita – Lúcia Hiratsuka – Editora DCL
3º – Tati é especial – Jean-Claude R. Alphen – Editora Scipione
4º – Madiba – O menino africano – Renato Alarcão – Cortez Editora
5º – Carmela vai à escola – Elisabeth Teixeira – Editora Record
6º – Contradança – Roger Mello – Companhia das letras
7º – A Compoteira – Bebel Callage – Editora Prumo
8º – O esconderijo das vontades – Laura Michel – Callis Editora
9º – Marina e Mariana – Salmo Dansa – Editora Lafonte
10º – A Dona da Festa – Graça Lima – Editora Record
4. Arquitetura e Urbanismo 
1º – A arquitetura de Croce, Aflalo e Gasperini – Fernando Serapião – Editora Paralaxe
2º – Warchavchik fraturas da vanguarda – José Lira – Cosac & Naify
3º – Chai-Na – Otília Arantes – EDUSP
4º – Desenho e desígnio: O Brasil dos Engenheiros Militares (1500-1822) – Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno – EDUSP
5º – Paulo Casé 80 anos: vida, obra e pensamento – Alfredo Britto, Regina Zappa e Roberto Segre – Casa da palavra
6º – Galo cantou: A conquista da propriedade pelos moradores do Cantagalo – Paulo Rabello de Castro – Editora Record
7º – Glaziou e as raizes do paisagismo no brasil – Bia Hetzel E Silvia Negreiros – Editora Manati
8º – Neocolonial, modernismo e preservação do patrimônio no debate cultural dos anos 1920 no Brasil – Maria Lúcia Bressan Pinheiro – EDUSP
9º – São paulo uma interpretação – Jorge Wilheim – Editora SENAC
10º – Belle Époque dos Jardins – Guilherme Mazza Dourado – Editora SENAC
5. Artes
1º – Samico – Weydson Barros Leal – Editora Bem-te-vi
2º – Brecheret e a Escola de Paris – Daisy Peccinini – FM Editorial
3º – Antunes Filho, Poeta da cena – Sebastião Miralé – Edições SESC-SP
4º – Emanoel Araujo ? Escultor – Paulo Herkenhoff – Editora Via impressa
5º – Fayga Ostrower Ilustradora – Fayga Ostrower – Instituto Moreira Sales
6º – No mar = At sea – Luise Weiss – Imprensa oficial do estado
7º – Teatro Municipal de São Paulo 100 anos Palco e Platéia da Sociedade Paulistana – Organização: Carlos Eduardo Martins Macedo/Texto: Marcia Camargos/Ensaio Fotográfico:Cristiano Mascaro – Editora Dado Macedo
8º – Memória da Arte Franciscana na Cidade do Rio de Janeiro – Anna Maria Fausto Monteiro de Carvalho – Rosa Maria Costa Ribeiro – Cesar Augusto Tovar Silva – Editora Arteway
9º – Vai que nós levamos as partes que te faltam: Daniel Senise = Go we’ll bring the parts you leave behind: Daniel Senise – Maria Iovino – Imprensa oficial do estado
10º – Artesãos da Sapucaí – Carlos Feijó e André Nazareth – Editores olhares
6. Biografia
1º – Fernando Pessoa: uma quase autobiografia – José Paulo Cavalcanti Filho – Editora Record
2º – Eu vi o mundo – Gabriela Castro – Cosac & Naify
3º – João Goulart: uma biografia – Jorge Ferreira – Editora Civilização brasileira
4º – Cláudio Manuel da Costa – Laura de Mello e Souza – Companhia das letras
5º – Antônio Vieira – Ronaldo Vainfas – Companhia das letras
6º – Solo – Cesar Camargo Mariano – Editora Leya
7º – Justa – Aracy de Carvalho e o resgate de judeus: trocando a Alemanha nazista pelo Brasil – Mônica Raisa Schpun – Editora Civilização brasileira
8º – A Bossa do Lobo – Ronaldo Bôscoli – João Baptista da Costa Aguiar – Editora Leya
9º – Angelo Agostini: A Imprensa Ilustrada da Corte à Capital Federal, 1864-1910 – Gilberto Maringoni – Editora Devir
10º – Roland Barthes -uma biografia intelectual – Leda Tenório da Motta – Editora Iluminuras
7. Ciências Exatas
1º – Eletrodinâmica de Ampére – André Koch Torres Assis e João Paulo Martins De Castro Chaib – Editora UNICAMP
2º – Química medicinal: Métodos e Fundamentos em Planejamento de Fármacos – Carlos A. Montanari (organizador) – EDUSP
3º – Substâncias orgânicas: Estrutura e Propriedades – Nídia Franca Roque – EDUSP
4º – O telescópio na magia natural de Giambattista della Porta – Fumikazu Saito – Editora da PUC-SP
5º – O observatório no telhado – Oscar T. Matsuura – Companhia editora de Pernambuco
6º – Processos Biológicos Avançados para Tratamento de Efluentes e Técnicas de Biologia Molecular para o Estudo da Diversidade Microbiana – Márcia Dezotti, Geraldo Lippel Sant’Anna Jr, João Paulo Bassin – Editora Interciência
7º – Mecânica Quântica – José Roberto Mahon – Grupo Gen
8º – Simulação computacional de circuitos elétricos – Luiz de Queiroz Orsini e Flávio Cipparrone – EDUSP
9º – Controle Linear de Sistemas Dinâmicos – Teoria, Ensaios Práticos e Exercícios – José C. Geromel e Rubens H. Korogui – Editora Edgard Blucher
10º – Tópicos de mecânica clássica – Marcus A. M. de Aguiar – Editora Livraria da física
8. Ciências Humanas
1º – ritmo espontaneo: organicismo em raizes do Brasil de Sergio Buarque de Holanda – João Kennedy Eugenio – Editora da Universidade federal do Piauí
2º – Um estilo de história – Fernando Nicolazzi – Editora da UNESP
3º – A política da escravidão no Império do Brasil – Tâmis Parron – Editora Civilização Brasileira
4º – Mutações: A invenção das crenças – Adalto Novaes (org.) – Edições SESC-SP
5º – Entre a luxúria e o pudor: a história do sexo no Brasil – Paulo Sérgio do Carmo – Editora Octavo
6º – A sociologia e o mundo moderno – Octavio Ianni – Editora Civilização brasileira
6º – Dicionário da Antiguidade Africana – Nei Lopes – Editora Civilização brasileira
7º – Oniska: poética do xamanismo na amazônia – Pedro de Niemeyer Cesarino – Editora Perspectiva
8º – Lições de filosofia primeira – José Arthur Giannotti – Companhia das letras
9º – Para uma história da belle époque: a coleção de cardápios de Olavo Bilac – Lúcia Garcia – Imprensa oficial do estado
10º – In difesa della razza: Os Judeus Italianos Refugiados do Fascismo e o Antissemitismo do Governo Vargas, 1938-1945 – Anna Rosa Campagnano – EDUSP
9. Ciências Naturais
1º – Gestão do Saneamento Básico – Abastecimento de água e esgotamento sanitário – Coleção Ambiental – Arlindo Philippi Jr., Alceu de Castro Galvão – Editora Manole
2º – Fundamentos da Paleoparasitologia – Luiz Fernando Ferreira, Karl Jan Reinhard e Adauto Araújo (orgs.) – Editora Fiocruz
3º – Frutas da Amazônia Brasileira – Silvestre Silva – Metalivros
4º – Direito ambiental – do global ao local – Angela Barbarulo – Editora Global
5º – O futuro da Terra – H. Moysés Nussenzveig – Editora FGV
6º – Geografia- Práticas de Campo, Laboratório e Sala de Aula – Luis Antonio Bittar Venturi (organizador) – Editora Sarandi
7º – Educação Ambiental na Formação do Administrador – José Carlos Barbieri e Dirceu da Silva – Editora Cengage Learning
8º – O Desafio da Sustentabilidade na Construção Civil – Série Sustentabilidade – Vol. 5 – Vahan Agopyan e Vanderley M. John – Editora Edgard Blucher
9º – Energia Eólica – Série Sustentabilidade – Eliane A. Faria Amaral Fadigas – Editora Manole
10º – Irrigação e Fertirrigação em fruteiras tropicais e hortaliças. – Valdemício Ferreira de Sousa, Waldir Aparecido Marouelli, Eugênio Ferreira Coelho, José Maria Pinto/ Maurício Antonio Coelho Filho – Editora EMBRAPA
10. Ciências da Saúde
1º – Clínica Psiquiátrica – A visão do Depto. e do Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP – Eurípedes Constantino Miguel, Valentim Gentil, Wagner Farid Gattaz – Editora Manole
2º – Tratado de Gastroenterologia – Federação Brasileira de Gastroenterologia – Editores: Schlioma Zaterka e Jaime Natan Eisig – Editora Atheneu
3º – Coluna vertebral – Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem – João Luiz Fernandes e Francisco Maciel Júnior – Editora Elsevier
4º – Estatística na área da saúde: conceitos aplicações e prática computacional – Arminda Lucia Siqueira, Jacqueline Domingues Tibúrcio – Editora CoopMed
5º – Artigos Científicos – Como Redigir, Publicar e Avaliar – Maurício Gomes Pereira – Grupo Gen
6º – Tratado de Fisioterapia Hospitalar – Assistência Integral ao Paciente – Joaquim Minuzzo Vega, Alexandre Luque, George Jerre V. Sarmento e Luiz Fernando de Oliveira Moderno – Editora Atheneu
7º – Epidemiologia e Saúde – Fundamentos, métodos e aplicações – Naomar de Almeida Filho – Grupo Gen
8º – clínica e laboratório “Prof. Celso Carlos de Campos Guerra” – João Carlos de Campos Guerra/Carlos Eduardo dos Santos Ferreira – Sarvier Editora
9º – PET e PET/CT em Oncologia – SBB Medicina Nuclear – Editores: Celso Darío Ramos e José Soares Junior – Editora Atheneu
10º – Farmácia Clínica – Segurança na Prática Hospitalar – Fábio Teixeira Ferracini e Wladmir Mendes Borges Filho – Editora Atheneu
11. Comunicação
1º – O império dos livros: Instituições e Práticas de Leitura na São Paulo Oitocentista – Marisa Midori Deaecto – EDUSP
2º – Linha do tempo do design gráfico no Brasil – Chico Homem de Melo e Elaine Ramos Coimbra – Cosaf & Naify
3º – Repressão e Resistência: Censura a Livros na Ditadura Militar – Sandra Reimão – EDUSP
4º – 70 anos de Radiojornalismo no Brasil, 1941-2011 – Sonia Virgínia Moreira – EDUERJ
5º – Olho de vidro: a televisão e o estado de exceção da imagem – Marcia Tiburi – Editora Record
6º – As Capas desta História – Ricardo Carvalho, Vladimir Sacchetta e Jose Luiz Del Roio – Instituto Vladmir Herzog
7º – Revistas de invenção – 100 revistas de cultura do modernismo ao século XXI – Sergio Cohn (organizador) – Azougue Editorial
8º – Lanterna Mágica: infância e cinema infantil – João Batista Melo – Editora Civilização Brasileira
9º – O negro nos espaços publicitários brasileiros: perspectivas contemporâneas em diálogo – Leandro Leonardo Batista e Francisco Leite (Orgs.) – Escola de comunicação e artes (USP) e Coordenadoria dos Assuntos da População Negra – CONE/ PMSP
10º – Música e Propaganda – Paulo Cezar Alves Goulart – Editora A9
12. Contos e Crônicas
1º – O livro de Praga – Sérgio Sant’Anna – Companhia das letras
2º – Vento sul – ficções – Vilma Arêas – Companhia das letras
3º – O anão e a ninfeta – Dalton Trevisan – Editora Record
4º – O Destino das metáforas – Sidney Rocha – Editora Iluminuras
5º – Nós passaremos em branco – Luís Henrique Pellanda – Editora Arquipélago
6º – Axilas e outras histórias Indecorosas – Rubem Fonseca – Nova Fronteira
7º – Enquanto água – Altair Martins – Editora Record
8º – Onde terminam os dias – Francisco de Morais Mendes – Editora 7 letras
9º – Contos de mentira – Luisa Geisler – Editora Record
10º – Passaporte para a China – crônicas de viagem – Lygia Fagundes Telles – Companhia das letras
Continua…
Fonte:
Câmara Brasileira do Livro

Deixe um comentário

Arquivado em Premiações, Premio Jabuti

54. Prêmio Jabuti (Prorrogada Inscrições para 6 de Julho)

Atendendo a pedidos de muitos autores e editores, a CBL decidiu prorrogar as inscrições para a 54ª edição do Jabuti até o próximo dia 6 de Julho. Sendo assim, editores e escritores que ainda não inscreveram suas obras têm tempo para participar. 
Lembrando que pode concorrer qualquer obra inédita editada no Brasil entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2011. Para os livros enviados por correio, será observada a data de postagem. 
Um estímulo extra está nos valores dos prêmios para o Livro do Ano (Ficção e Não Ficção), que foram aumentados para R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais), cada um.
O prêmio para o vencedor de cada uma das 29 categorias também foi bonificado, passando para R$ 3.500,00. 
O regulamento e a ficha de inscrição estão no site http://www.premiojabuti.com.br. 
Mais informações pelo telefone (11) 3069-1300 ou pelo e-mail jabuti@cbl.org.br.
Fonte:
Câmara Brasileira do Livro

Deixe um comentário

Arquivado em Inscrições Abertas, Premio Jabuti

54º Prêmio Jabuti 2012 (Inscrições Abertas)

O valor oferecido aos laureados nas 29 categorias que compõem o prêmio aumentou neste ano para R$ 3,5 mil (em 2011 era de R$ 3 mil). 
Já os vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – Não Ficção concorrerão, cada um, a R$ 35 mil (no lugar de R$ 30 mil).
Nesta edição, a escolha dos vencedores será feita por um júri formado por profissionais do mercado editorial escolhidos pelo recém-criado Conselho Curador do Prêmio. 
O novo colegiado, formado por profissionais da área de literatura e científica e especialistas em livro e leitura, também ficará responsável pelo acompanhamento de todas as etapas do prêmio, bem como pelo julgamento dos casos não contemplados pelo Regulamento. 
As inscrições estão abertas, e podem ser feitas pelo site http://www.premiojabuti.org.br até o dia 30 de junho.
Fonte:
Câmara Brasileira do Livro

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias Em Tempo, Premio Jabuti

Prêmio Jabuti

História

A história do Prêmio Jabuti começa por volta de 1957, em um período repleto de desafios para o mercado editorial, com recursos escassos e baixa articulação do segmento. Apesar das adversidades, não faltava entusiasmo aos dirigentes da Câmara Brasileira do Livro naquela época. As discussões foram comandadas pelo então presidente da entidade, Edgar Cavalheiro e pelo secretário Mário da Silva Brito – dois intelectuais e estudiosos da literatura brasileira – e outros membros da diretoria do biênio 1955-1957 interessados em premiar autores, editores, ilustradores, gráficos e livreiros que mais se destacassem a cada ano.

Essas discussões em torno de uma “láurea” ou “galardão”, como se dizia na época, ganharam forma na diretoria seguinte, de 1957-1959, presidida por Diaulas Riedel, a quem coube a confirmação da escolha da figura do jabuti para nomear o prêmio e a realização de concurso para a confecção da estatueta, vencido pelo escultor Bernardo Cid de Souza Pinto.

A primeira premiação ocorreu também na gestão do presidente Diaulas Riedel. No final do ano de 1959, em solenidade simples e despretensiosa realizada no auditório da antiga sede da CBL na avenida Ipiranga, foi feita a entrega do primeiro Prêmio Jabuti. Foram laureados autores como Jorge Amado, na categoria Romance, pela obra “Gabriela, Cravo e Canela”. A Saraiva ganhou o prêmio de Editor do Ano.

O nome

Mas por que um jabuti para nomear um prêmio do livro? A resposta, tem explicação no ambiente cultural e político da época, influenciado, sobretudo, pelo modernismo e nacionalismo, pela valorização da cultura popular brasileira, nas raízes indígenas e africanas, nas suas figuras míticas, símbolos seculares carregados de sabedoria e experiência de vida e legados de uma geração à outra. Sílvio Romero, Mário de Andrade, Monteiro Lobato e Luís da Câmara Cascudo, entre o final do século XIX e o início do século XX, foram pioneiros na pesquisa, no estudo e na divulgação dessa rica cultura popular.

E foi Monteiro Lobato, provavelmente, o mais prolífico na recriação literária das histórias desses personagens meio enigmáticos, meio reveladores e sempre sedutores do folclore nacional. Um desses personagens da literatura infantil de Lobato é, como se sabe, o jabuti. O pequeno quelônio, já familiar no imaginário das culturas indígenas tupi, ganhou vida e personalidade nas fabulações do autor das “Reinações de Narizinho”, como uma tartaruga vagarosa, mas obstinada e esperta, cheia de truques para vencer obstáculos, para enganar concorrentes mais bem dotados e chegar na frente ao fim da jornada. Com essas credenciais, ganhou também a simpatia e a preferência dos dirigentes da CBL. Eles o elegeram para inspirar e patrocinar um prêmio para homenagear e promover o livro.

Jabuti repaginado

Ao longo dos seus 50 anos o Jabuti passou por transformações. No início, a cerimônia de entrega do Prêmio era feita na antiga sede da entidade, na avenida Ipiranga, depois passou a ser realizada durante as Bienais do Livro. Mas o Jabuti ganhou vida própria, e os diretores da CBL sentiram a necessidade de criar um evento proporcional à credibilidade que o Prêmio ganhou junto ao mercado editorial e à própria sociedade. Em 2004, ocorreu a primeira grande cerimônia de entrega das estatuetas, realizada no Memorial da América Latina. Nos últimos três anos, essa grande festa do livro do Brasil ganhou um dos espaços mais nobres da capital paulista – a Sala São Paulo.

O Jabuti foi se transformando aos poucos. No Regimento Interno do Prêmio, criado em 1959, constam apenas sete categorias de premiação: Literatura, Capa e Ilustração, Editor do Ano, Gráfico do Ano, Livreiro do Ano e Personalidade Literária. Atualmente, são contempladas todas as esferas envolvidas na criação e produção de um livro, em um total de 21 categorias, passando pela tradução, ilustração, capa e projeto gráfico, além das categorias tradicionais como Romance, Contos e Crônicas, Poesia, Reportagem, Biografia e Livro Infantil. Por sua abrangência, o Jabuti é considerado o maior e mais completo prêmio do livro no Brasil.

Outra iniciativa que trouxe ainda mais glamour ao Prêmio foi a criação das categorias Livro do Ano de Ficção, em 1991, e Livro do Ano de Não-Ficção, dois anos depois, em 1993. Esses prêmios são revelados somente na noite da entrega das estatuetas e são o ponto alto do evento, em um momento de grande expectativa por todos os agentes do mercado editorial.

Fatos curiosos

O livro de 50 anos do Jabuti traz ainda outras curiosidades. Em 2004, por exemplo, ano que registrou o maior número de obras inscritas (2.374), o vencedor do Livro do Ano de Ficção foi “Budapeste”, de Chico Buarque. A obra, no entanto, ganhou Menção Honrosa (3o lugar) na categoria Romance. “Houve um silêncio na platéia”, conta José Luiz Goldfarb, curador do Prêmio Jabuti. No dia seguinte, a mídia impressa também abriu espaço nas suas páginas para questionar o episódio. Como um livro que ficou em terceiro lugar na sua categoria poderia levar o prêmio de Melhor Livro do Ano? “O que ocorreu, na verdade, é que os vencedores das 20 categorias são escolhidos somente pelos jurados e os Livros do Ano recebem também os votos do mercado editorial, sendo que o grande vencedor não necessariamente é o 1. colocado de uma categoria”, explica.

Polêmicas à parte, o fato é que o Jabuti tornou-se, nas palavras de Rosely Boschini, presidente da CBL, um “patrimônio nacional”. “Com obstinação e argúcia, à maneira do seu inspirador, o Prêmio Jabuti avançou sem esmorecer, ganhou agilidade e encarou uma longa jornada. Avançou, ganhou densidade e respeito, conquistou o reconhecimento de todos os que, no Brasil, produzem informação, conhecimento e arte, de todos os que escrevem, publicam e leem livros. Tornou-se, ele próprio, um personagem vivo da cultura brasileira contemporânea”, destaca Rosely Boschini. Na maior festa do livro no Brasil, ganhar ou não o Prêmio, já não faz diferença. O importante é participar.

Fonte:
http://www.cbl.org.br/jabuti/telas/historia/

Deixe um comentário

Arquivado em Premiações, Premio Jabuti

51. Prêmio Jabuti de Literatura (Finalistas)

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou os finalistas das 21 categorias do 51º Prêmio Jabuti, o maior concurso literário do País. Além de estatuetas, os primeiros colocados receberão R$ 3 mil – os ganhadores de “Tradução de obra literária Francês-Português”, em homenagem ao ano da França no Brasil, receberá como prêmio R$ 6 mil. Já para os vencedores dos melhores livros, o prêmio em dinheiro é de R$ 30 mil.

De acordo com a assessoria de imprensa da CBL, o júri – sob curadoria, já há 19 anos, de José Luiz Goldfarb – foi formado por profissionais indicados pelo mercado editorial e escolhidos por uma comissão do prêmio por meio de sorteio. De acordo com a CBL, a segunda fase do julgamento ocorrerá em 29 de setembro, quando serão revelados o primeiro, segundo e terceiro colocados em cada uma das categorias. No entanto, somente em cerimônia no dia 4 de novembro é que serão anunciados os melhores livros do ano de ficção e não-ficção. A lista completa dos indicados estão no site da CBL.

Confira os finalistas das principais categorias:

Romance
1.º Flores Azuis (Cia. das Letras), de Carola Saavedra
2.º Cordilheira (Cia. das Letras), de Daniel Galera
3.º Órfãos do Eldorado (Cia. das Letras), de Milton Hatoum
4.º Galileia (Objetiva), de Ronaldo Correia de Brito
5.º Satolep (Cosac Naify), de Vitor Ramil
6.º Manual da Paixão Solitária (Cia. das Letras), de Moacyr Scliar
7.º A Parede no Escuro (Record), de Altair Martins
8.º O Livro dos Nomes (Cia. das Letras), de Maria Esther Maciel
9.º Um Livro em Fuga (Record), de Edgard Telles Ribeiro
10.º Heranças (Rocco), de Silviano Santiago

Contos e Crônicas

1.º Canalha! – Crônicas (Editora Bertrand Brasil), de Fabricio Carpinejar
2.º 101 Crônicas – Ungáua! (Publifolha), de Ruy Castro
3.º Ó Editora (Iluminuras), de Nuno Alvares Pessoa de Almeida Ramos
4.º Rasif (Record), de Marcelino Freire, e Ostra Feliz Não Faz Pérola (Planeta), de Rubem Alves
5.º Os Comes e Bebes nos Velórios das Gerais e Outras Histórias (Auana), de Déa Rodrigues da Cunha Rocha
6.º Ping Pong – Chinês Por Um Mês: As Aventuras de Um Jornalista Brasileiro Pela China Olímpica (Manuela Editorial – Arte Paubrasil), de Felipe Machado
7.º Crônicas e Outros Escritos de Tarsila do Amaral (Unicamp), de Laura Taddei Brandini (Org.)
8.º Antologia Pessoal (Record), de Eric Nepomuceno
9.º Cheiro de Terra – Contos Fazendeiros (Scortecci), de Lucília Junqueira de Almeida Prado, e O Silêncio dos Amantes (Record), de Lya Luft
10.º Vatapaenses Vasos Comunicantes (Gm Minister), de Sergio de Almeida Brun

Poesia

1.º Dois em Um (Iluminuras), deAlice Ruiz
2.º Chocolate Amargo (Brasiliense), de Renata Pallotini
3.º Antigos e Soltos: Poemas e Prosas da Pasta Rosa (Instituto Moreira Salles Instituto Moreira Salles)
4.º Cinemateca (Cia. das Letras), de Eucanaã Ferraz
5.º A Letra da Ley (Annablume), de Glauco Mattoso
6.º Homem Ao Termo – Poesia Reunida [1949-2005] (Editora da UFMG), de Affonso Ávila, e Outros Barulhos (Reynaldo Bessa), de Reynaldo Bessa
7.º Geometria da Paixão (Anome Livros), de Dagmar de Oliveira Braga
8.º Os Corpos e Os Dias (Cultura), de Laura Erber
9.º Ferreira Gullar: Poesia Completa, Teatro e Prosa (Nova Fronteira), de Ferreira Gullar, e Réquiem (Contra Capa), de Lêdo Ivo
10.º Uma Hora Por Dia (7letras), de Maria Helena Azevedo

Biografia

1.º José Olympio, O Editor e Sua Casa (G.M.T. Editores), de José Mario Pereira
2.º O Sol do Brasil (Cia. das Letras), de Lilia Moritz Schwarcz
3.º Anna: A Voz da Rússia Vida e Obra de Anna Akhmátova (Algol), de Lauro Machado Coelho
4.º O Santo Sujo: A Vida de Jayme Ovalle (Cosac Naify), de Humberto Werneck
5.º Caio Prado Júnior (Boitempo), de Editorial Lincoln Secco
6.º Domingos Sodré, Um Sacerdote Africano (Cia. das Letras), de João José Reis
7.º Cruz e Sousa – Dante Negro do Brasil (Pallas), de Uelinton Farias Alves
8.º Cancioneiro Chico Buarque (Jobim Music), de Elianne Canetti Jobim
9.º Traição (Cia. das Letras), de Ronaldo Vainfas
10.º Viver Sua Música: Com Stravinsky em Meus Ouvidos, Rumo À Avenida Nevskiy (Editora da USP), de Gilberto Mendes

Reportagem

1.º O Olho da Rua: Uma Repórter em Busca da Literatura da Vida Real (Globo), de Eliane Brum
2.º O Sequestro dos Uruguaios – Uma Reportagem dos Tempos da Ditadura (L&PM Editores), de Luiz Cláudio Cunha
3.º O Livro Amarelo do Terminal (Cosac Naify), de Vanessa Barbara
4.º Narrativas de Um Correspondente de Rua (Pós-Escrito – do Instituto Cultural de Jornalistas do Paraná), de Mauri König
5.º Rim Por Rim (Record), de Julio Ludemir
6.º Sem Vestígios (Geração Editorial Ltda), de Tais Morais
7.º No Calor da Hora: Música e Cultura nos Anos de Chumbo (Algol), de João Marcos Coelho
8.º Casadas com o Crime (Letras do Brasil), de Josmar Jozino
9.º Suicídio – O Futuro Interrompido (Geração Editorial), de Paula Fontenelle
10.º 1968 – O Que Fizemos de Nós (Planeta), de Zuenir Ventura

Tradução

1.º Satíricon (Cosac Naify), de Cláudio Aquati
2.º A Morte de Empédocles / Friedrich Hölderlin (Iluminuras), de Marise Moassaba Curioni
3.º 40 Novelas de Pirandello (Cia. das Letras), de Maurício Santana Dias
4.º Moby Dick (Cosac Naify), de Irene Hirsch e Alexandre Barbosa de Souza
5.º Porta do Sol (Distribuidora Record de Serviços de Imprensa S.A.), de Safa A-C Jubran
6.º Poemata: Poemas em Latim e em Grego (Tessitura), de Erick Ramalho
7.º Os Irmãos Karamázov – 2 Vols. (34), de Paulo Bezerra
8.º Plotino, Enéada Iii. 8 [30]: Sobre a Natureza, A Contemplação e o Uno (Editora da Unicamp), de José Carlos Baracat Júnior
9.º O Diabo Mesquinho (Kalinka), de Moissei Mountian
10.º Contos Completos (Cosac Naify), de Leonardo Fróes

Teoria e Crítica Literária

1.º Monteiro Lobato: Livro a Livro (Editora da Unesp), de Lajolo Marisa e Ceccantini, João Luís
2.º Pensamento e “Lirismo Puro” na Poesia de Cecília Meireles (Editora da USP), de Leila V. B. Gouvêa
3.º Literatura da Urgência Lima Barreto no Domínio da Loucura (Annablume), de Luciana Hidalgo
4.º Graciliano Ramos – Um Escritor Personagem (Autêntica), de Maria Izabel Brunacci
5.º Machado de Assis: Ensaios da Crítica Contemporânea (Editora da Unesp), de Guidin, Marcia Ligia – Granja, Lúcia – Ricieri, Francine Weiss (Orgs.)
6.º Contos de Machado de Assis: Relicários e Raisonnés (Associação Jesuita de Educação e Assistência Social), de Mauro Rosso
7.º Do Teatro: Machado de Assis (Perspectiva), de João Robeto Faria (Org.)
8.º Que Poesia É Essa? Poesia Marginal: Sujeitos Instáveis, Estética Desajustada (Editora da Universidade Federal de Goiás), de Teresa Cabañas
9.º A Segunda Vida de Brás Cubas (Rocco), de Patrick Pessoa
10.º A Gargalhada de Ulisses: A Catarse na Comédia (Perspectiva) de Cleise Furtado Mendes

Infantil

1.º Sete Histórias Para Contar (Moderna), de Adriana Falcão
2.º Comilança (DCL), de Fernando Vilela
3.º No Risco do Caracol (Autêntica), de Maria Valéria Rezende e Marlette Menezes
4.º Era Outra Vez Um Gato Xadrez (Record), de Leticia Wierzchowski
5.º Minhas Contas (Cosac Naify), de Luiz Antonio
6.º A História de Biruta (Cia. das Letras), de Alberto Martins
7.º Zoo (Nova Fronteira), de João Guimarães Rosa
8.º E Um Rinoceronte Dobrado (Projeto), de Hermes Bernardi Jr
9.º A Invenção do Mundo Pelo Deus-Curumim (34), de Braulio Tavares
10.º Alma de Rio (Cortez), de Ellen Pestili

Juvenil

1.º O Fazedor de Velhos (Cosac Naify), de Rodrigo Lacerda
2.º A Distância das Coisas (Edições SM – Grupo SM), de Flávio Carneiro
3.º Cidade dos Deitados (Cosac Naify), de Heloisa Prieto
4.º Montanha-Russa (Cosac Naify), de Fernando Bonassi, e Surfando na Marquise (Cosac Naify), de Paulo Bloise
5.º 1808 – Edição Juvenil (Planeta), de Laurentino Gomes
6.º Brincos de Ouro e Sentimentos (Pingentes Biruta), de Luiz Antonio Aguiar
7.º Figurinha Carimbada (Girafinha), de Márcio Araújo
8.º Chuva de Letras (Scipione), de Luis Alberto Brandão
9.º Meu Pai Não Mora Mais Aqui (Biruta), de Caio Riter
10.º Conversa de Passarinhos (Iluminuras), de Alice Ruiz S / Maria Valéria Vasconcelos Rezende

Fonte:
Douglas Lara.
http://www.sorocaba.com.br/acontece

Deixe um comentário

Arquivado em Premio Jabuti, Resultados de Concursos